Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autor: Marcilli, Raphael Henrique Marques
Título: Filmes de Poli(álcool vinílico) Reticulados Liberadores de NO para Aumento da Vasodilatação Dérmica
Ano: 2013
Orientador: Prof. Dr. Marcelo Ganzarolli de Oliveira
Departamento: Físico-Química
Palavras-chave: Óxido nítirco; Poli(álcool vinílico); Reticulação; Vasodilatação; Ácido mercaptosuccínico
Resumo: Condições fisiológicas associadas à diminuição do nível do óxido nítrico (NO) na vasculatura, como vasculatura, como na síndrome de Raynaud e na angiopatia diabética, têm estimulado o desenvolvimento de novos biomateriais capazes de liberar NO topicamente. Neste trabalho, efetuamos a modificação do poli(álcool vinílico), PVA, pela sua reticuação química atravpes da esterificação com o ácido mercaptosuccínico. Esta reação permitiu a moldagem de filmes de PVA sulfidrilados (PVA-SH). A calorimetria diferencial de varredura e a difratometria de raios x mostraram que a reação de reticulação suprimiu a cristalização do PVA, levando a um material sem poros, com uma distribuição homogênea de grupos sulfidrila(-SH). A calorimetria diferencial de varredura e a difratometria de raios x mostraram que a reação de reticulação suprimiu a cristalização dl PVA, levando a um material sem poros com uma distribuição homogênea de grupos sulfidrila(-SH). Os grupos hidroxila remanescentes na rede de PVA-SH conferiram hidrofilicidade parcial ao material, associada a um grau de intumescimento de 80 a 120% em meio aquoso. Os filmes de PVA-SH, foram submetidos a uma reação de S-nitrosação dos grupos -SH produzindo um PVA contendo grupos S-nitrosotióis (PVA-SNO). Medidas amperométricas e por quimiluminescência mostraram que os filmes de PVA-SNO contém ca. 6 nmols de NO/mg de filme e são capazes de liberar NO espontaneamente após a imersão em meio fisiológico. A fluxometria por laser Doppler, usada para medir o fluxo sanguíneo na microcirculação dérmica, permite verificar que a aplicação tópica dos filmes de PVA-SNO hidratados sovre a pele saudável leva a um aumento dependente da dose e do tempo de mais de 5 vezes no fluxo sanguíneo basal em menos de 10 min. de aplicação com uma ação prolongada de mais de 4h durante a aplicação contínua. Estes resultados mostram que os filmes de PVA-SNO podem representar um novo material com potencial para o tratamento tópico no tratamento de desordens microvasculares da pele.
Abstract: Pathological conditions associated with rhw impairment of nitric oxide (NO) production in the vasculature, like Raynaud's syndrome and diabetic angiopathy, have stimulated the development of new biomaterials capable of delivering NO topically. In this work, we have modified poly(vinyl-alcohol) (PVA) by chemically crooslinking it via esterification with mercaptosuccinic acid. This reaction allowed the casting of sulfhydrylated PVA (PVA-SH) films. Differential scanning calorimetry and X-ray diffractometry showed that the crosslinking reaction suppressed the crystallization of PVA, leading to a non-porous material with homogeneous distribution of -SH groups. The remaining hydroxyl groups in the PVA-SH network conferred partial hydrophycility to the material, associated with swelling degree of 80 to 120% in aqueous medium. The PVA-SH films were subjected to an S-nitrosation reaction of the SH groups yielding a PVA containing S-nitrosothiol groups (PVA-SNO). Amperometric and chemiluminescence measurements showed that the PVA-SNO films contain ca. 6 nmol NO/mg of film and are capable of releasing NO spontaneously after immersion in physiological medium. Laser Doppler-flowmetry, used to assess the blood flow in the dermal microcirculation, showed that te topical application of hydrated PVA-SNO films on the health skin leads to a dose and time dependent increase of more than 5-fold in the dermal baseline blood flow in less than 10 min with a prolonged action of more the 4h during continuous application. These results show that the PVA-SNO films may represent a new material with potential for the topical treatment of microvascular skin disorders.

Arquivo (Texto Completo): 000919477.pdf ( tamanho: 7,71MB )


Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ