Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autor: Aleixo, Luiz Manoel
Título: Estudo da Reação entre Íons de Mn(II) e Íons Azoteto em Solução Aquosa
Ano: 1975
Orientador: Prof. Dr. Oswaldo E. S. Godinho
Departamento: Química Analítica
Palavras-chave: -
Resumo: Em sequência a trabalhos anteriores, visando o conhecimento das constantes de estabilidade de monoazido complexos de metais de transição, da série que vai do Mn (II) ao Zn(II), procedeu-se a estudo cujos tópicos principais são os seguintes: 1) Inicialmente reestudamos a espécie CuN3, onde determinamos a sua constante de formação pelo método de Mc Connell e Davidson, em força iônica 1,0 e temperatura de 25°C, em razão dessa espécie ter sido escolhida como complexo auxiliar para o estudo da espécie MnN3, por um método espectrofotométrico de deslocamento, nessas mesmas condições. 2) Estudamos a seguir a formação da espécie MnN3, empregando-se a espécie CuN3 como complexo auxiliar e determinamos a sua constante de formação por um método espectrofotométrico de deslocamento, que foi por nós proposto. 3) Estudo idêntico ao anterior foi feito usando-se a espécie CoN3 como complexo auxiliar, com o objetivo de se confirmar o valor constante de formação da espécie MnN3, obtido pelo emprego da espécie CuN3 como complexo auxiliar, como um teste para o método utilizado. 4) Ainda usando-se a espécie CoN3 como complexo auxiliar, determinamos a constante de formação do complexo MnN3 empregando-se o "método do indicador colorimétrico" usado por Yatsimirskii, visando-se eliminar quaisquer dúvidas quanto ao emprego do método que propusemos. 5) Foi feito um estudo de propagação de erros dos métodos empregados, com o objetivo de se obter segurança quanto às obtidas para os valores das constantes de formação das espécies estudadas. Além disso esse estudo nos permitiu avaliar o desvio padrão das absortividades molares das espécies CuN3 e CoN3.
Abstract: The stability constants of the monoazide complexes of some transition metal ions in the series Mn(II) to Zn(II) have been determined by various authors. The present work is a sequel to this study, consisting of the following topics: 1- The stability constant of the CuN3 species was determined spectrophotometrically by the McConnell and Davidson method in ionic strength 1,0 and at 25°C. This procedure was necessary because the CuN3 species was employed as the auxiliay complex in the study of the MnN3 species under the above conditions of ionic strength and temperature. 2- The stability constant of the MnN3 species was determined spectrophotometrically, by a displacement method proposed by us, in ionic strength 1,0 at 25°C. This determination involves the utilization of the CuN3 as auxiliary complex. 3- The stability constant of the MnN3 species was redetermined by the same method and under the same conditions of ionic strength and temperature by using the CoN3 species as auxiliary complex. The objective of this determination was to eliminate some doubt with respect to the method proposed by us. 4- The stability constant of the MnN3 species was determined under the same conditions of ionic strength and temperature by the Yatsimirskii method with the objective of checking the validity of the method employed by us. 5- A study of propagation of errors involved in the method employed by us was performed. One of the objectives of this study was to obtain assurance with respect to the precision obtained in our study. On the other hand, this study made possible the evaluation of the standard deviation of the molar absortivities of the CuN3 and CoN3 species.
Arquivo (Texto Completo): vtls000035570.pdf ( tamanho: 6,17MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
2012-2014 BIQ