Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autor: Maciel, Bruna Caroline Miranda
Título: Proteômica e Metalômica Comparativas em Folhas de Arabidopsis thaliana Transgênica e não Trasgênica
Ano: 2014
Orientador: Prof. Dr. Marco Aurélio Zezzi Arruda
Departamento: Química Analítica
Palavras-chave: Transgenia, Selênio, Espécies de proteínas diferenciais
Resumo: Tendo em vista que a prática da transgenia reflete uma realidade mundial no setor agrícola, o principal objetivo desse trabalho de Dissertação é avaliar algumas espécies de proteínas diferenciais entre folhas de Arabidopsis thaliana não transgênica (NT) e transgênica (T), ambas irrigadas com solução de Selênio (Se), frente a uma condição controle. De maneira a investigar as diferenças entre as folhas NT e T, usando como parâmetros efeito da transgenia e estresse oxidativo induzido por Se, um estudo proteômico comparativo foi desenvolvido por meio da metodologia 2-D DIGE, variante da técnica de separação por 2-D PAGE, que oferece vantagens, tais como na detectabilidade das proteínas de baixa abundância e precisão para análise quantitativa entre as intensidades diferenciais dos spots proteicos, resultando, com efeito, um mapa proteômico mais representativo destas folhas. Quatro grupos de plantio foram combinados para análise comparativa: NT x T, NT x Se-NT, Se-NT x Se-T e T x Se-T. Embora não tenha sido detectadas espécies de proteínas diferencias no grupo T x Se-T, para os outros, 68 proteínas diferenciais foram detectadas, usando um fator de regulação 1,5 baseado no teste t para p < 0,05. Dentre este total, 27 proteínas diferenciais foram identificadas por ESI-QTOF-MS/MS. Estas proteínas estão classificadas quanto às funções metabólicas, energéticas, de transdução de sinal, doenças/defensa vegetal, e algumas delas estão envolvidas na Glicólise, Fotossistema I e II, e combate à ERO (espécies reativas de oxigênio). Adicionalmente, o imageamento por ablação a laser foi feito para avaliar a distribuição de Se e Enxofre (S) em folhas dos grupos diferentes, corroborando com alguns resultados obtidos, principalmente às proteínas envolvidas na Glicólise. A partir destes resultados é possível concluir que o vetor inserido também confere à planta a resistência ao estresse oxidativo, no qual o Selênio adicionado foi o efeito mais influente comparado com o efeito da transgenia.
Abstract: In view of the techniques related to transgenesis show the global reality in the agricultural sector, the main goal of this Thesis work is to evaluate some differential protein species in non-transgenic (NT) and transgenic (T) Arabidopsis thaliana leaves, both they irrigated with Selenium (Se) solution against control condition. In order to estimate the differences between NT and T leaves, using as parameters the transgenesis effect and the oxidative stress induced by Se, a comparative proteomic study was performed using 2-D DIGE methodology, a variant technique of separation by 2-D PAGE that offers ideal advantages, such as detectability of low abundant proteins and accuracy to quantitative analysis among differential intensities of protein spots, resulting in a more representative proteomic map of these leaves. Four plant groups were combined to comparative analysis: NT x T, NT x Se-NT, Se-NT x Se-T e T x Se-T. Although differential protein species from T x Se-T group were not detected, for the others, 68 differential protein species were detected, using regulation factor 1.5, which was based in t test to p < 0.05. Among them, 27 differential proteins were accurately identified by ESI-QTOF-MS/MS. These proteins are classified regarding functions as metabolism, energy, signal transduction, diseases/vegetal defense and some of these were involved in the Glycolysis pathway, Photosystem I and II, and combat the ROS (reactive oxygen species). Additionally an imaging by laser ablation was done to evaluate the Se and Sulfur (S) distribution in leaves of different groups corroborating with some obtained results, mainly those proteins involved in the Glycolysis pathway. From these results, it is possible to conclude that insert vector confers resistance to the T plant regarding oxidative stress where the added Se was the effect more influential than compared with transgenesis effect.
Arquivo (Texto Completo): 000934121.pdf ( tamanho: 2,3MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ