Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autor: Sakazaki, Emika
Título: Alguns Aspectos de Reatividade Nucleofilica nas Reações de Substituição Nucleofilica Aromática
Ano: 1976
Orientador: Prof. Dr. Joseph Miller
Departamento: Química Analítica
Palavras-chave: ---
Resumo: In extension of earlier research on the strength of nucleophiles in SNAr reactions, studies have been made of: (i) the reactivity in MeOH of the more important pseudohalide ions, using methoxide ion as reference nucleophile; (ii) the scope of the occurrence of the a-effect, and its magnitude; (iii) the quantitative effects of solvent changes. Thermochemical calculations based on fundamental data have been used to clarify and explain many of the results obtained. The reactivity order: MeO > y -Hal > Hal, predictable by the thermochemical calculations, has been amply verified. Within the y -Hal series, the order SeCN > SCN was demonstrated. It was shown that OCN and SCN have approximately equal nucleophilicity in their reactions with a cationic substrate; whereas with a less reactive neutra substrate the OCN was mildly more reactive. AlI these relationships were discussed in relation to fundamental thermochemical properties. On the basis of the exploratory studies of the a-effect in SNAr reactions, the following conclusions were drawn: (a) SNAr reactions are not well suited to demonstrate the a-effec: which is thus evident only in favourable circumstances; (b) the a-effect is favoured by a negative charge on the nucleophilic reagente [Nü-X]; (e) the a-effect is inhibited when electronegativity factors result in an effective increase of attraction of the nucleus for the unshared pairs of electrons involved in a potential a -effect. Thus, for example, there is no a -effect in the reactions of either hydroxylamine ar acetoximate; (d) specific differences in the a -effect of perbenzoate and benzo hydroxamate ions can be related to greater conjugation of the a atom with the carbonyl group in the latter ion. The explanations offerred for these conclusions relate to one of the theories of the origin of the a -effect, viz. that it is due to unfavourable interactions in the initial state, which are relieved in forming the rate limiting transition state. It is not implied, however, that the a -effect is due only to this factor. The inferior ability of aromatic substrates to demonstrate the a -effect probably links with the basically homopolar character of the aromatic ring. The a -effect appears to be more important in reactions of nucleophiles at heteropolar unsaturated centres. In earlier research, studies were made of differences in solvent effects of protonic and aprotonic dipolar media on reactions of anionic nucleophiles with neutral substrates. These studies have been extended, on an exploratory basis, to some reactions of anionic and neutral nucleophiles with a cationic substrate. The inversion of the solvent effect when a heavy anionic nucleophile reacts with a cationic instead of a neutral substrate was demonstrated and discussed. It was predicted that with light anionic nucleophiles a reduction instead of inversion of the solvent effect would occur. The small solvent effect observed in the reactions of a neutral nucleophile with a cationic substrate was also discussed.
Abstract: Na extensão de pesquisas anteriores sobre a força nucleofílica nas reações SNAr, foram feitos estudos de: (i) a reatividade em MeOH dos pseudohaletos mais importantes em comparação com os haletos, e MeO como nucleófilo de referência; ii) a extensão da ocorrência do efeito- a , e a sua magnitude; (iii) os efeitos quantitativos da mudança do solvente. Cálculos termoqulmicos baseados nos dados fundamentais foram utilizados para esclarecer e explicar muitos destes resultados. A ordem de reatividade: MeO > y-Hal > Hal, prevista pelos cálculos termoqu!micos, foi amplamente verificada. Dentro da série de pseudohaletos foi mostrada a ordem SeCN > SCN . Foi mostrado que OCN e SCN têm igualdade aproximada de nucleofilicidade nas suas reações com um substrato catiônico, apesar do fato de que nas suas reações com um substrato neutro de menor reatividade, o OCN é mais reativo, mas a diferença não é muito grande. Nos estudos exploratórios do efeito-a nas reoções SNAr, as seguintes conclusões foram obtidas: (a) as reações SNAr têm habilidade inferior para mostrar o efeito-a, que é evidente então somente em circunstâncias favoráveis; (b) O efeito- a é favorecido por uma carga negativa no reagente nucleofílico [Nü-x]; (c) o efeito-a é inibido quando o fator de eletronegatividade resulta em um aumento efetivo da atração do núcleo, para os pares de eletrons desemparelhados que seriam envolvidos em um efeito-a potencial. Assim, por exemplo, não existe o efeito- a nas reações de hidroxilamina e acetoximato; (d) as diferenças especificadas no efeito-a dos íons perbenzoato e benzohidroxamato podem ser relacionadas à maior conjugação do átomo a com o grupo carbonila no último íon. As explicações oferecidas para essas conclusões relacionam-se a uma das teorias de origem do efeito-a, ou seja que o efeito-a é devido às interações desfavoráveis no estado inicial que são aliviados na formação do estado de transição da velocidade limitante. Isso não implica contudo que o efeito-a seja devido somente a esse fator. A habilidade inferior dos substratos aromáticos para mostrar o efeito-a provavelmente relaciona-se com o caráter essencialmente homopolar do anel aromático. O efeito-a parece ser mais importante nas reações de nucleófilos aos centros insaturados heteropolares. Nas pesquisas anteriores, foram feitos estudos, das diferenças nos efeitos de solventes protônicos e aprotônicos dipolares, nas reações de nucleófilos aniônicos com substratos neutros. Estes foram estendidos, em base exploratória, a algumas reações de nucleófilos neutros e aniônicos com um substrato catiônico. Mostra-se e discute-se a inversão do efeito do solvente quando um nucleófilo pesado reage com um substrato catiônico ao invés de um substrato neutro. Foi previsto que com nucleófilos aniônicos leves ocorreria uma redução em vez de uma inversão do efeito do solvente. Foi também discutido o pequeno efeito do solvente, observado nas reações de um nucleófilo neutro com um substrato catiônico.
Arquivo (Texto Completo): vtls000048744.pdf ( tamanho: 7,43MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ