Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
TESE DE DOUTORADO
 
Autor: Ferraz, André Luis
Título: Contribuição ao Estudo do Ascomiceto Chrysonilia sitophila: Biodegradação de Madeira e seus Componentes
Ano: 1991
Orientador: Prof. Dr. Nelson Eduardo Durán Caballero
Departamento: Físico-Química
Palavras-chave: -
Resumo: Foram estudados diversos aspectos relacionados à biodegradacão de madeira e seus componentes pelo Ascomiceto Chrysonilia sitophila. A otimização das condições de cultivo indicou máxima velocidade de crescimento em pH 6,0, 28°C e concentração de nitrogênio 50 mEq N/l. Foi observado crescimento em níveis constitutivos de nitrogênio e assimilação indistinta de NO3 ou NH4. A presença de íons tartarato e biotina não interferiram significativamente no crescimento. O tampão mais indicado para a manutenção de pH 6,0 foi biftalato de potássio/ácido ftálico 0,05 M. Culturas em meio semi-sólido e agitadas proporcionaram maiores crescimentos em relação a culturas estacionárias. A composição química do micélio mostrou teores de proteínas (39,2%), carboidratos (29,3%), extrato etéreo (12,1%), fibras (5,6%), cinzas (3,3%) e ácidos nucleicos (3,3%) comparáveis a alguns microorganismos utilizados para a produção de proteínas unicelulares. As proteínas apresentaram níveis de aminoácidos semelhantes aos sugeridos pela FAO-WHO. A degradação seletiva de lignina durante a biodegradação de madeira foi avaliada e a máxima deslignificação (18%) foi obtida após 15 dias de biodegradação em meio contendo 10 mEq N/l e 1,0% de glicose. O estudo do mecanismo de degradação da lignina durante a biodegradação de madeira indicou que ligninas fortemente alteradas sofreram reações características de quebra de ligações Ca -Cb, formação de ácidos carboxílicos e novos carbonos saturados nas cadeias laterais e abertura oxidativa de anéis aromáticos, tipicamente observadas para a degradação de lignina por fungos de decomposição branca.
Abstract: Biodegradation of wood and its components by the Ascomycete Chrysonilia sitophila were studied. Optimal growth conditions at pH 6,0, 28°C and nitrogen concentration 50 mEq N/l were observed. Growth in the constitutive nitrogen level and a negligible change in the biotin and tartrate ions presence were found. Nitrogen as either NO3or NH4 was indistinctly assimilated. Semi-solid and agitated cultures induced better growth than stationary cultures. The mycelial chemical composition shows protein (39,2%), carbohydrate (29,3%), ether extract (12,1%), fiber (5,6%), ash (3,3%) and nucleic acids (3,3%) levels similar to some microorganisms used in the single cell protein production. Proteins showed aminoacid levels similar to FAO-WHO requirements. Selective lignin degradation during wood decay was studied. Maximal delignification (18%) after 15 days of biodegradation in a 10 mEq N/l and 1,0% glugose suplemented medium was obtained. Mechanism of lignin biodegradation during wood decay by this Ascomycete was studied. Characteristic reactions of Ca-Cb cleavage, carboxylic acid and new saturated carbons formation in the side chain of lignin and oxidative cleavage of aromatic rings were observed in heavily degraded lignins, as demonstrated to typical degradation caused by white-rot fungi.
Arquivo (Texto Completo): vtls000032002.pdf ( tamanho: 5,32MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ