Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autor: Dias Júnior, Lauro Camargo
Título: Implementação de Técnicas de Luminescência em Química Analítica
Ano: 1991
Orientador: Prof. Dr. Francisco Benedito Teixeira Pessine
Departamento: Físico-Química
Palavras-chave: --
Resumo: Este trabalho se divide em duas partes. A primeira, consistiu na implementação da técnica de fosforescência à temperatura ambiente, onde a amostra a ser analisada é depositada sobre uma superfície sólida (papel de filtro ou sílica gel) ou em meio micelar. Para isto foi utilizado um fluorímetro cuja fonte de excitação compreendia um laser de nitrogênio, a qual não se mostrou adequada pelo fato de emitir luz em um único comprimento de onda (337,1 nm) e provocar intensa emissão do substrato em virtude da potência da radiação emitida. Os tratamentos realizados (extrações com diversos solventes e fotodegradação com radiação UV de lâmpada de Hg) nestes papéis com o objetivo de reduzir esta emissão não foram satisfatórios. A sílica-gel, embora mostre emissão menos intensa que o papel, não apresenta boa aderência à superfície da placa de vidro enquanto que as soluções micelares requerem vigorosa remoção de oxigênio através do borbulhamento de gás inerte. Ambos são, sob o aspecto analítico, impraticáveis. A segunda parte do trabalho consistiu na obtenção de espectros de fluorescência e construção de curvas analíticas para compostos de interesse clínico, em meio micelar. As substâncias estudadas foram: maleato de levomepromazina (I), cloridrato de clorpromazina (II), alaranjado de acridina (III), mercúrio cromo (IV) e cristal violeta (V), enquanto que os surfatantes empregados foram SDS, CTAB e Brij-35. Os espectros foram obtidos através de um espectrofluorímetro convencional. Para as substâncias I e II foram determinadas concentrações, respectivamente, de até 10e 10 M em solução de SDS. Pudemos verificar o efeito da formação de agregados nos espectros de excitação para estas soluções. Para a substância III foi possível determinar até concentrações da ordem de 10M em SDS, além de verificarmos o efeito da formação de pares iônicos e agregados pré-micelares na região abaixo da c.m.c.. Para IV, verificamos a variação dos espectros de absorção e emissão em função do pH da solução, concluindo pela existência de espécies em euilíbrio ácido-base. As concentrações de IV que puderam ser determinadas chegaram a cerca de 10M, quando em solução de Brij-35 em meio tamponado (pH 11,5). Para a substância V, foram feitos estudos semelhantes de variação de pH, mas não foram observadas a presença de diferentes espécies em equilíbrio ácido-base, entre pH 3 e 7. Os limites determinados foram 10M, sendo que o Brij-35 foi o surfatante que proporcionou os sinais de emissão mais intensos.
Abstract: This work involves two parts. The first one is related to the development of the Room-Temperature Phosphorescence as an analytical technique. In this case, the sample to be analysed is adsorbed on the surface of a solid material (filter paper or silica-gel) or dissolved in a micellar medium. In the beginning a nitrogen laser spectrofluorimeter was used for sample analysis. However, this showed to be inadequate because: 1) the only wavelegth available from the laser is 337,1 nm and 2) there is an intense substrate emission due to strong radiation. The treatments carried out (extractions with several solvents and photodegradation with UV-radiation from a Hg lamp) on these papers to reduce this emission were unsuccessful. Silica-gel, shows less intense emission but does not have enough adherence to the glass surface while micellar solutions demands vigorous oxygen remotion. Therefore, from an analytical viewpoint, both are impracticable. The second part of this work consisted in the use of fluorimety to get the spectra and analytical curves for some pharmaceutical drugs in micellar media. These were: levomepromazine maleate (I), chlorpromazine hydrochloride (II), acridine orange (III), merbromin (IV) and crystal violet (V) and the followings surfactants: SDS, CTAB and Brij-35. The spectra were obtained through a conventional spectrofluorimeter.The lowest concentrations determined for compounds I and II were about 10and 10 M, respectively. For these solutions, we could see the effect of aggregates formation on the spectra. Compound III was determined until concentrations c.a. 10M; further on, we investigated the ionic-pair and pre-micellar aggregate formation on the spectra for concentrations below c.m.c.. For IV, it was studied the influence of pH on the absorption and emission spectra from which it was concluded that exists different acid-base equilibrium species. The smallest concentrations obtained for IV was 10M for the Brij-35 solution in buffered medium (pH 11,5). Finally V did not show the same behavior in the pH range of 3 to 7. The lower limit concentration was 10M and Brij-35 was the one responsible for that highest emission signals.
Arquivo (Texto Completo): vtls000035403.pdf ( tamanho: 3,55MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
2012-2014 BIQ