Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autor: Rover Júnior, Laércio
Título: Construção e Avaliação de Biossensor Potenciométrico para Determinação de Uréia, com Eletrodo Íon-Seletivo a Amônio, Usando Canavalia brasiliensis como Fonte Enzimática
Ano: 1995
Orientador: Prof. Dr. Graciliano de Oliveira Neto
Departamento: Química Analítica
Palavras-chave: --
Resumo: Durante os últimos anos, tem havido um grande interesse no desenvolvimento de biossensores usando novos materiais biológicos como possível alternativa para enzimas isoladas. Neste trabalho, estudou-se primeiramente a preparação de um eletrodo seletivo a íons amônio, sem solução de referência interna, baseado no ionóforo nonactin e bis-(2-etil-hexil)-adipato como solvente plastificante, suportados numa membrana de cloreto de polivinila de massa molecular elevada. O eletrodo exibiu resposta de 56,4 mV na faixa de concentrações de 1,0 - 1,2 X 10 mol/L para íons amônio, em tampão TRIS-HCI 0,2 mol/L ( pH = 6,8 ). Íons potássio constituem maior interferência; o tempo de resposta do eletrodo foi de 10 segundos, a 25,0 °C. O sensor de amônio assim construído, foi usado na preparação de biossensor para determinação de uréia. O material enzimático foi obtido como pó da leguminosa canavalia brasiliensis, convenientemente imobilizado com glutaraldeído. O sistema apresentou resposta de 52,9 mV na faixa de concentrações de 1,6 x 10 - 1,1 x 10 mol/L para uréia, nas mesmas condições do sensor de amônio. O tempo de resposta do biossensor foi de 10 minutos, a 30,0°C. Os resultados experimentais mostraram que a leguminosa canavalia brasiliensis é uma alternativa viável em substituição à enzima isolada e purificada para fins analíticos ( urease ) e de desempenho superior à da canavalia marítima, usada anteriormente.
Abstract: In recent years, there has been a great interest in development biosensors using new bioIogical materiaIs as possible alternative to isolated enzymes. One of the first applications of this work was the preparation of a selective electrode for ammonium ions, without internal reference solution, based on nonactin as the ionophore and bis-(2-ethyl-hexyl)-adipate as plasticiser solvent, supported upon a high moIecular weight polyvinyl chloride membrane. The electrode exhibited a response of 56,4 mV over the range 1,0 - 1,2 X 10 mol/L of ammonium ions, in TRIS-HCl 0,2 mol/L ( pH= 6,8 ) buffer. Potassium ions constituted the greatest analytical interference; the electrode response time was 10 seconds, at 25,0 °C. The ammonium sensor as constructed, was used in the preparation of a biosensor for urea determination. The enzymatic material was the powdered bean from the leguminosae canavalia brasiliensis which was suitably immobilized with glutaraldehyde. The system presented a response of 52,9 mV over the range 1,6 x 10 - 1,1 x 10 mol/L of urea, under the same conditions as the ammonium sensor. The biosensor response time was 10 minutes, at 30,0°C. The experimental results showed that the canavalia brasiliensis bean is an adequate alternative to substitute enzyme isolated and purified for analytical purposes ( urease ) and has a superior performance to that of canavalia marítima, previously used.
Arquivo (Texto Completo): vtls000084709.pdf ( tamanho: 1,88MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ