Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
TESE DE DOUTORADO
 
Autora: Gimenez, Sonia Maria Nobre
Título: Ensaios de Toxicidade Aguda Usando E. coli como Organismo-Teste
Ano: 1994
Orientador: Prof. Dr. Wilson de Figueiredo Jardim
Departamento: Química Analítica
Palavras-chave: -
Resumo: A inibição na respiração microbiana (E. coli) foi avaliada através de medidas de CO2 liberado por esta espécie. Para tais medidas utilizou-se a técnica FIA-Condutométrica a qual permitiu redução do tempo de ensaio quando comparados aos métodos frequentemente utilizados. Numa etapa preliminar foram realizados ensaios de toxicidade aguda utilizando apenas E. coli como organismo-teste. Posteriomente outras bactérias como Staphilococcus aureus (ATCC 6538), Salmonella choleraesuis (ATCC 10708) e Enterococcus faecalis (ATCC 29212) foram também testadas utilizando-se este método. Buscou-se neste trabalho atingir as seguintes metas: a) Um protocolo para teste de antibióticos e outros biocidas com duração máxima de oito horas, incluindo o tempo de incubação. b) Adaptação do procedimento (a) para testar novos produtos sintéticos da indústria química e farmacêutica. c) Adaptação do procedimento (a) para testar vários tipos de compostos incluindo bactericidas de uso doméstico hospitalar e industrial. Nos ensaios de sensibilidade aos antibióticos (antibiogramas) foram testados seis antibióticos e quatro cepas da bactéria E. coli. Dentre as cepas testadas uma foi a padrão (ATCC 25922) e as outras três foram isoladas de pacientes do HC-UNICAMP, com infecção do trato urinário. Os resultados obtidos foram comparáveis aqueles fornecidos através de procedimentos clássicos tais como difusão em ágar e MS-2 (automatizado). Nos testes com a cepa padrão encontrou-se um fator (R=1/20) para a relação entre a concentração mínima inibitória (CIM), obtida da literatura, e os valores de concentração que inibiram cerca de 70 % da atividade microbiana em 120 minutos de ensaio. As principais vantagens do método proposto, em relação aos métodos atualmente usados, foram a redução do custo e principalmente do tempo necessário para elaboração do antibiograma. Comparando-se o método proposto com o procedimento de difusão em ágar, a redução do tempo foi de aproximadamente 20 horas. Nesta pesquisa também foram feitos testes de toxicidade aguda com os metais cobre, cádmio e mercúrio. Nos ensaios com cobre e cádmio procurou-se avaliar a atividade destes metais no meio de cultura. Em 180 minutos de ensaio, os tempos de duplicação da população microbiana, frente a adição de 5,0 x 10 mol.L de CdCI2.2H2O e CuSO4.5H2O, foram 52,4 e 80,3 minutos respectivamente. Para esta concentração total de metal a atividade do cobre no meio de cultura foi de 3,0 x 10mol.L, enquanto para o cádmio foi de 1,9 x 10 mol.L. Nos testes de toxicidade usando mercúrio, verificou-se que a glicose presente no meio de cultura (E= -0,72 V) reduz os íons Hg a mercúrio elementar (Hg) minimizando portanto a toxicidade do íon. Estes testes mostram que a inibição de 5,0 x 10 mg/L de Hg foi similar à observada para 10 mg/L de Hg após 60 minutos de ensaio. Foram testados também alguns compostos sintetizados por pesquisadores da área de fitoquímica do IQ-UNICAMP , mostando deste modo a aplicabilidade do método na avaliação do potencial tóxico de novos produtos. Nos testes de toxicidade aguda, bactericidas de uso doméstico foram testados frente à bactericidas clássicos tais como hipoclorito e Lysoform (formaldeído). Em geral, a avaliação do potencial tóxico dos bactericidas pode ser obtida em seis horas de ensaio. Nestes experimentos utilizou-seu as bactérias Staphilococcus aureus, Escherichia coli, Salmonella choleraesuis e Enterococcus faecalis . Considerando-se as vantagens do método proposto em relação ao tempo de ensaio, custo e microrganismo passíveis de serem avaliados, conclui-se que este procedimento pode substituir os procedimentos clássicos de ensaios de sensibilidade a antibióticos, bem como os métodos frequentemente usados para avaliação do potencial tóxico de desinfetantes de uso doméstico, hospitalar e industrial. Cabe ressaltar também que o método desenvolvido neste trabalho pode ser uma poderosa ferramenta na indústria de fármacos em teste de atividade biológica de novos compostos os quais, através deste método, podem ser avaliados em tempo restrito.
Abstract: Conductimetric-FIA (Flow Injection Analysis) method was used to evaluated the CO2 concentration involved in microbial respiration. Preliminary assays were conducted with E.coli as test organisms Later, Enterococcus faecalis, Staphilococcus aureus and Salmonella choleraesuis were also used in this procedure. Assays were performed to elaborate a protocol related to test antibiotics and others biocides in a short time. This procedure was adapted to test new compounds including synthetic compounds of chemical and pharmaceutical industries. It can also be used to evaluate industrial, domestic and relating to a hospital bactericidal disinfectants. The sensitivity assay (antibiograms) were tested with six antibiotics and four strains of E.coli. The standard strain used was ATCC 25922 and other three strains were obtained from hospital's patients (UNICAMP) with urinary infections The results obtained were compared with the ones obtained from classical methods (Agar diffusion and automated mehod MS-2). Using standard strain it was found a factor (R=1/20) to minimal inhibitory concentration values obtained from literature (MIC-dilution) when compared with the concentrations values that inhibity 70% of microbial activity in 120 minutes of assays. Acute toxicity tests with copper, cadmium and mercury were also carried out, using this method. Doubling time of microbial population was 52,4 and 80,3 minutes when were exposed to 5,0 x 10 mol.L of cadmium and copper respectively in culture medium. However the activity of copper and cadmium were 3,0 x 10 and 1,9 x 10 mol.L respectively. Toxicity tests using mercury shouwed that glucose (E = -0,72 V), present in culture medium, reduces Hg ions to elemental mercury (Hg) decreasing the toxicity of this species. This assays showed that inhibition of 5,0 x 10 ug/L of Hg was similar to observed to 10 ug/L of Hg after 60 minuts of experiments. Bactericidal disinfectants and compounds synthesized by researches of phytochemical area (UNICAMP) were tested using this procedure The assays with domestic bactericidal were done using the following strains: E.coli, Staphilococcus aureus, Salmonella choleraesuis and Enterococcus faecalis. The time involved in thise tests were near 6 hours. The proposed method is advantageous because reduces the time involved in determination of toxicity and the cost is low when compared with other methods used in hospital routine analysis.
Arquivo (Texto Completo): vtls000089992.pdf ( tamanho: 2,94MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ