Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autor: Sforça, Maurício Luís
Título: Membranas de Poliamida para Ultra- e Nanofiltração
Ano: 1995
Orientadora: Profa. Dra. Suzana Pereira Nunes
Departamento: Físico-Química
Palavras-chave: Membranas de poliamida, Nanofiltração, Fouling
Resumo: Este trabalho tem por objetivo a preparação e caracterização de membranas de poliamida, para ultra- e nanofiltração, com baixa susceptibilidade ao "fouling", através de técnicas de preparação de membranas por evaporação de solventes e policondensação "in situ". Membranas compósitas de poliamida foram preparadas usando-se como suporte membranas assimétricas porosas de poli( fluoreto de vinilideno)(PVDF), por dois métodos: (i) misturando-se aminas e poliaminas em uma solução de copolímero bloco de poliéter e poliamida (PEBAX®) ou (ii) mergulhando-se a membrana de copolímero, previamente obtida, numa solução contendo amina. Em ambos os métodos promoveu-se a seguir uma policondensação "in situ" da amina com cloreto de trimesoíla (CTM). A amina utilizada foi a m-fenileno diamina (FDA) e as poliaminas foram: Polioxipropileno triamina (Jeffamine). Poli(propileno glicol-b-etileno glicol-b-propileno glicol) bis (2-amino propil éter) (PPGEG) e Poli(propileno glicol) bis (2- amino propil éter) (PPG). Reações de policondensação "in situ" favorecem a formação de uma camada superficial seletiva não porosa. A presença da matriz do copolímero de poliéter e poliamida como "meio de reação" e como parte integrante da camada seletiva das membranas tem como objetivo principal evitar a formação de uma rede excessivamente densa de poliamida, impedir a formação de defeitos, favorecer a reprodutibilidade e ainda garantir a hidrofilicidade da membrana compósita. Verificou-se que, de acordo com o tipo de poliamida e com a concentração do polímero utilizado, é possível obter membranas de nanofiltração com corte de até 600 g/mol e com baixa susceptibilidade ao "fouling".
Abstract: The aim of this thesis is to prepare poliamide membranes for ultra- and nanofiltration processes, with lower susceptibility to fouling, by in situ poly- condensation. Composite membranes were prepared on a poly (vinylidene fluoride) (PVDF) porous support by two methods: (i) mixing amines and poliamines with a solution of polyether-block-polyamide copolymer (PEBA X® ) or (ii) dipping a previous prepared copolymer membrane into an amine solution. Both methods were carried out by in situ polycondensation with trimesoyl chloride (TMC). The amine used was m-phenylene diamine (PDA) and poliamines were: Polyoxypropylene triamine (Jeffamine), Poly (propylene glycol-b-ethylene glycol-b- propylene glycol) bis (2-amine propyl ether) (PPGEG) and Poly(propylene glycol) bis (2-amine propyl ether) (PPG). In situ policondensation promotes the formation of a selective dense layer. The main advantages of the copolymer matrix were to avoid the formation of an excessive dense network of polyamide, to improve the reproductibility, to allow the formation of a defect free layer and to assure the hydrophilicity of composite membrane. Depending on polymer concentration and the copolymer grade used, it was possible to produce nanofiltration membranes with cut off about 600 g/mol and low susceptibility to fouling.
Arquivo (Texto Completo): vtls000089758.pdf ( tamanho: 3,39MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ