Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autor: Santos, Julio Murilo Trevas dos
Título: Aprimoramentos ao Método da Coordenada Geradora e o Estudo do Campo de Reação Autoconsistente como Perturbação da Função Peso
Ano: 1995
Orientador: Prof. Dr. Rogério Custodio
Departamento: Físico-Química
Palavras-chave: --
Resumo: Neste trabalho é proposta uma nova metodologia baseada no Método da Coordenada Geradora (MCG), para o aprimoramento de conjuntos de funções de base conhecidos. No desenvolvimento desta metodologia, utilizou-se a base 3-21 G que é, ao contrário de outras bases, definida para grande parte dos átomos da tabela periódica. Todo este processo foi acompanhado observando-se o comportamento da função de onda eletrônica valores de energia total, campo elétrico e comprimento de ligação do radical OH; e comparando-se estes mesmos resultados com aqueles oriundos da base CCDZ, uma base double zeta otimizada para cálculos incluindo efeitos de correlação. O composto OH foi escolhido para esta etapa por sua simplicidade e principalmente pela gama de estudos, teóricos e experimentais, publicados. Para verificar a validade da metodologia desenvolvida sobre o radical OH para qualquer outro sistema, aplicou-se a mesma a hidretos contendo os elementos S, Se, F, CI, e Br. Foram realizados ajustes chegando-se à forma final da metodologia. A metodologia foi capaz de apontar as deficiências da base 3-21 G durante o processo de ajuste das funções de base, as tendências periódicas corretas, além de permitir a estimativa da constante de força da molécula SeH no valor de 3.69 mdyn/angstron. Posteriormente aplicou-se o modelo do Campo de Reação Auto Consistente (SCRF) como método perturbativo da função de onda eletrônica. O objetivo principal desta segunda parte do trabalho consistia em avaliar se funções de base desenvolvidas e modificadas para sistemas no vácuo, poderiam ser utilizadas em cálculos incluindo perturbação causada pela presença de um solvente, representado pelo modelo SCRF. Verificou-se que as bases modificadas anteriormente são perfeitamente adequadas a estudos de compostos na presença de solvente. Um outro aspecto extremamente interessante foi a determinação de um vínculo entre o raio de cavidade e o envelope de densidade eletrônica. Observou-se ser possível a obtenção de valores de raio de cavidade compatíveis com o sistema em estudo, e consequentemente a determinação de um valor limite de densidade eletrônica. Este valor limite poderá ser usado na definição de valores de raio de cavidade para sistemas mais complexos.
Abstract:  
Arquivo (Texto Completo): vtls000092201.pdf ( tamanho: 4,78MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ