Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
TESE DE DOUTORADO
 
Autor: Blanco, Ivani da Silva
Título: Flavonóides de Lonchocarpus Muehlbergianus e Síntese de Flavanas 4-Oxigenadas
Ano: 1995
Orientadora: Profa. Dra. Eva Gonçalves Magalhães
Departamento: Química Orgânica
Palavras-chave: Flavonóides, Lonchocarpus, Flavanas
Resumo: O estudo fitoquímico do extrato éter de petróleo das raízes de Lonchocarpus muehibergianus resultou no isolamento de nove flavonóides (9, 37-44), dos quais sete são inédítos (37-43). A flavana 9 já tinha sido isolada apenas de Lonchocarpus subglaucescens enquanto o flavonol 44 ocorre em espécies do gênero Derris. Vale ressaltar que dentre estas substâncias inéditas as flavanas 2,4-dioxigenadas, 37.40, possuem um padrão de substituição do anel C não encontrado na literatura. Por outro lado os flavonóides 41 e 42 são derivados inéditos do dibenzoilmetano, cujo esque- leto é raramente encontrado na natureza. A quantificação do extrato estudado realizada através da cromatografia líquida de alta efíciência (CLAE) em fase reversa, mostrou que dentre as substâncias isoladas a mais abundante foi a flavana 40. A análise dos produtos da reação de hidrólise da flavana 9 (9a e 9b) permitiu a atribuição da configuração relativa de um composto descrito na literatura, 16, como sendo trans. A síntese das flavanas 4-oxigenadas, 64 e 65, foi muito importante porque possibilitou um estudo comparativo dos respectivos espectros de RMN H e RMN C, mostrando que a feição das bandas dos hidrogênios do anel C praticamente não varia para os dois isômeros (2,4- cis e 2,4.trans), observando-se entretanto uma nítida diferença entre os deslocamentos químicos dos hidrogênios correspondentes a cada um deles. A análise destes dados permitiu corrigir a atribuição da configuração relativa de um composto descrito na literatura. Através da comparação dos dados do composto 14 com os de 64 e 65 observa-se que a configuração relativa é cis e não trans como atribuída inicialmente. Foi realizado também um estudo combinado de cálculos semi-empiricos (SPARTAN-AM1) e simulação de espectros de RMN H para se determinar a conformação preferida do anel C na flavana 9.
Abstract: Light petroleum extract from the roots of Lonchocarpus muehibergianus was submitted to chromatographic analysis and furnished nine flavonoids (9, 37-44) including seven new ones (37-43). The flavan 9 has been already isolated from L. subglaucescens while flavonol 44 occurs in Derris species. Among the new compounds, flavans 37-44, also exhibit a new C-ring substitution pattern, while flavonoids 41 and 42 belong to the class of dibenzoyl- methane derivatives which are of rare natural occurrence. Quantitative analysis of the extract mentioned above, by using HPLC in reverse phase showed that the new flavan 40 is the most abundant compound. Through NMR H spectra of the products obtained from the hydrolysis of flavan 9 it was possible to assign trans relative configuraticn for compound 16 found in the literature with undetermined stereochemistry. The synthesis of 4-oxygenated flavans (64 and 65) was very important because the respectiva NMR H spectra showed that C-ring hydrogens absorptions pattern are almost identical in both diasteroisomers (2,4-cis and 2,4-trans) but the corresponding chemical shifts are clearly different. Based on these data it was possible to conclude that compound 14 is cis and not trans as previously assigned. Semi-empirical calculations (SPARTAN-AM1) and NMR H spectra simulations were also performed in order to determine the most stable conformation of C-ring in flavan 9.
Arquivo (Texto Completo): vtls000102168.pdf ( tamanho: 2,65MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ