Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autora: Carvalho, Cássia Regina Limonta
Título: Determinação de Isômeros Geométricos de Alguns Carotenóides Provitamínicos A por Cromatografia Líquida de Alta Eficiência
Ano: 1996
Orientadora: Profa. Dra. Carol Hollingworth Collins
Departamento: Química Analítica
Palavras-chave: Carotenóides, Isômeros geométricos, Separação por CLAE
Resumo: A separação de isômeros geométricos de carotenóides provitamínicos, cujas presenças podem influir na concentração vitamínica A dos alimentos, tem sido objeto de vários estudos e de muita discussão. Este estudo procurou avaliar a eficiência de diferentes condições cromatográficas na separação destes pigmentos, utilizando cromatografia líquida de alta eficiência com detecção por arranjo de diodos, colunas com sílica derivada com grupos funcionais octadecil (C18), nitrila (CN) e amina (NH2), colunas de óxido de alumínio (Al2O3) e hidróxido de cálcio (Ca(OH)2) e diferentes sistemas de fases móveis. A coluna de C18 utilizada neste estudo não demonstrou eficiência na separação dos isômeros geométricos do b-caroteno, confirmando que apenas algumas unidades de marcas específicas possuem este atributo. O melhor desempenho foi conseguido com a coluna de hidróxido de cálcio com dois sistemas de fases móveis: isocrático, com iso-octano ou n-hexano, para amostras que apresentem apenas a e b-carotenos como carotenóides provitamínicos, e gradiente, com uma mistura de iso-octano e acetona, iniciando com 100% de iso-octano e terminando em 60 minutos com iso-octano e acetona (80:20), para amostras que também contenham b-criptoxantina. Estas condições foram testadas em análises de amostras de alimentos como azeite de dendê, pêssego, laranja e moranga. Destes, somente azeite de dendê (19,56 mg/100g de trans-b-caroteno e quantidades mensuráveis de a- e cis-b-caroteno) e moranga (0,90 mg/100g de trans-b-caroteno) apresentaram quantidades significantes de b-caroteno. No azeite de dendê o cálculo da atividade vitamínica pode ser superestimado em até 8% quando não são consideradas, em separado, as atividades de cada isômero geométrico do b-caroteno.
Abstract: The separation of the geometric isomers of provitaminic carotenoids, whose presence may influence the concentration of vitamin A in some foodstuffs, has been the subject of various studies and much discussion. This project evaluated the efficiency of several different chromatographic conditions for the separation of these substances, using high performance liquid chromatography with diode array detection, columns packed with silica containing octadecyl, nitrile or amino functionalization, columns of alumina ar calcium hydroxide and different systems of mobile phases. The C18 column used was not effective, suggesting that only certain C18 columns possess characteristics to permit geometrical isomer separation. The best result was obtained with the calcium hydroxide column using two different elution programs: isocratic with iso-octane or n-hexane, for samples containing only a- and b- carotenes, and a gradient initially at 100% iso-octane and moving to iso-octane-acetone (80:20) over a one hour period, for samples which also contain b-chryptoxanthin. These analytical conditions were tested on samples of dende oil, peaches, orange juice and yellow squash. Of these, only palm oil (19.56 mg/100g of trans-b-carotene with smallers amounts of a- and cis-b-carotenes) and squash (0.90 mg/100g of trans-b-carotene) had significant quantities of the provitamins. For palm oil, the vitaminic activity could be overestimated by 8% if the provitaminic activities of the separated isomers is not considered.
Arquivo (Texto Completo): vtls000110226.pdf ( tamanho: 3,95MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ