Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autor: Minguzzi, Sandro
Título: Estudo Geoquímico dos Óleos dos Campos de Furado, Tabuleiro dos Martins e Pilar da Bacia Sergipe-Alagoas. Preparação do Biomarcador Ácido 3,5 Seco - 4-Norcolestan-3-Óico
Ano: 1997
Orientadora: Profa. Dra. Luzia Koike
Departamento: Química Orgânica
Palavras-chave: Petróleo da bacia Sergipe-Alagoas, Geoquímica orgânica
Resumo: Neste trabalho foi feito um estudo Geoquímico Orgânico de amostras de petróleo coletadas de poços petrolíferos dos campos de Furado, Pilar e Tabuleiro dos Martins. Estes campos petrolíferos pertencem à Bacia Sergipe-Alagoas e os reservatórios foram depositados no Cretáceo-Inferior. Destes campos petrolíferos foram coletados óleos de quinze poços e estudados pela técnica de GC/MS. Os óleos destes poços em particular não tinham sido objeto de estudos geoquímico orgânico mais profundos. Os parâmetros geoquímicos obtidos de seis classes de biomarcadores da fração neutra [hidrocarbonetos lineares, sesquiterpanos (bicíclicos), terpanos (tricíclicos, tetracíclicos e pentacíclicos) e esteranos], permitiram a classificação dos óleos como continentais (A1 à A5, R1 à R5 e SM) e misto (M1 à M3 e SC). Este é o primeiro estudo feito na fração ácida e foram identificados como classes de biomarcadores ácidos: ácidos graxos, sesquiterpânicos (tipo drimano e eudesmano), terpânicos (tetracíclicos do tipo kaureno), e pentacíclicos (tipo hopanos). Esta análise mostrou dois interessantes fatos provenientes das análises dos biomarcadores. O primeira foi que os óleos continentais possuem biomarcadores ácidos sesquiterpânicos de estrutura semelhante ao eudesmano que não foram identificados na fração neutra. Este biomarcador é característico de 'input' de matéria orgânica proveniente vegetais superiores. O segundo fato importante foi a análise dos ácidos kaurênicos, pois embora os biomarcadores neutros indicassem que os petróleos fossem maturos, foi encontrado na fração ácida esta classe de compostos com insaturação e sugerimos que a fração ácida preserva esta estrutura em seu meio ou que houve uma contribuição de matéria orgânica menos evoluída para geração destes óleos. Para a identificação dos biomarcadores por GC/MS é condição necessária a utilização de padrões sintéticos. Portanto fez parte deste trabalho a síntese do ácido 3,5 seco 4-Norcolestan-3-óico, que embora não fosse detectado nos óleos biodegradados (M1 à M3 e SC), poderá ser utilizado em outros óleos do grupo de pesquisa.
Abstract: This work reports an organic geochemical study of petroleum recovered from wells of the Furado, Pilar and Tabuleiro dos Martins oil fields. These oil fields are located in the Sergipe-Alagoas Basin and comprise Lower-Cretaceous reservoirs. Samples from fifteen wells were collected and GC/MS technique was used in the identification of biomarkers. The organic geochemical composition of these samples have not been extensively studied. Geochemical parameters in the neutral fraction were, measured on linear hydrocarbons, sesquiterpanes ( bicyclic ), terpanes ( tricyclic, tetracyclic and pentacyclic ), steranes and allowed the classification of the crude oils as continental ( from A1 to A5, R1 to R5 and SM) and mixed (continental and marine) oils from M1 to M3 and SC. This is the first study of the acid fraction in these samples and the following classes of acidic biomarkers were identified: linear, sesquiterpanic (drimanic and eudesmanic acids), terpanic (tetracyclic, of the kaurenic type) and pentacyclic (hopanics). Analysis of the biomarkers showed two interesting points. First, sequiterpenic acids with structures similar to eudesmane were identified. This biomarker is characteristic of continental input and is absent in the hydrocarbon fraction. Second, kaurenic acids were present, in spite of the fact that all hydrocarbon fraction showed biomarkers typical of mature crude oils. The presence of a class of unsaturated compounds kaurenic acid in the acid fraction suggested that the acid fraction may have preserved these compounds or that the field has contribuition from a less thermally evolved source rock. For biomarkers identification with GC/MS technique, synthetic standards are necessary. Therefore, we synthesized the 3,5 sec- 4- norcholestan -3- oic acid as a part of this study. Although we did not detect this biomarker in the biodegraded oils, we can use it as a standard in the study of other biodegraded oil samples in our organic geochemistry group.
Arquivo (Texto Completo): vtls000115431.pdf ( tamanho: 6,50MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ