Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
TESE DE DOUTORADO
 
Autor: Faria, Antônio Rodolfo de
Título: Síntese de Indolizidinas e Pirrolizidinas Via Reação de Cicloadição [2+2] de Enecarbamatos Endocíclicos com Alquilcetenos e Halo-Alquilcetenos
Ano: 1996
Orientador: Prof. Dr. Carlos Roque Duarte Correia
Departamento: Química Orgânica
Palavras-chave: Pirrolizidinas, Indolizidinas, Enecarbamatos, Alquilcetenos
Resumo: A (±)-1-hidroximetil-8-hidroxi-indolizidina 54 e a base necínica (±)platinecina 45 foram obtidas em 4 etapas a partir do enecarbamato N-(benziloxicarbonil)-2-pirrolina 55, com rendimentos globais de 44% e 43% respectivamente. Ambas as sínteses tiveram a reação de cicloadição [2+2] do enecarbamato 55 com o respectivo alquilceteno (halogenado na extremidade alquílica), como uma das etapas chave na estratégia utilizada. A (±)-1-hidroxi-8-epi-tashiromina 39, obtida em 5 etapas, com rendimento global de 26%, teve a reação de cicloadição [2+2] do enecarbamato N-(benziloxicarbonil)-2-pirrolina 55 com um halo-alquilceteno (halogenado na extremidade alquílica), como uma das etapas chave. Um estudo mais detalhado das reações de cicloadição [2+2] envolvendo alquilcetenos nos deu fortes indícios de que o produto cinético é o endo-alquiladuto. A segunda etapa chave da estratégia sintética empregada se constituiu na reação de Baeyer-Villiger das aza-biciclobutanonas e apresentou elevada regiosseletividade para as a-(endoalquil)-aza-biciclobutanonas e baixa regiosseletividade para as a-(cloro),a-(endoalquil)-aza-biciclobutanonas. A hidrogenólise das aza-Iactonas bicíclicas resultantes da oxidação de Baeyer- Villiger promoveu a ciclização, levando às respectivas aza-Iactonas tricíclicas, as quais já continham os respectivos núcleos indolizidínicos e pirrolizidínicos. Posterior redução das aza-Iactonas tricíclicas com LiAlH4 levou às indolizidinas e pirrolizidinas diidroxiladas acima mencionadas. Um estudo complementar da metodologia também foi realizado, no intuito de estendermos a metodologia para a obtenção de quinolizidinas. Surpreendentemente, as tentativas de ciclo adição [2+2] de enamidas e enecarbamatos endocíclicos de 6 membros com cetenos levaram a produtos resultantes da b-acilação das enamidas e enecarbamatos. Estes resultados nos indicam que, aparentemente, este processo se passa por um intermediário dipolar acil-imínio, devido a fatores conformacionais. A obtenção das indolizidinas, da platinecina e de vários intermediários que contém os núcleos indolizidínicos e pirrolizidínicos, através da reação de cicloadição [2+2] de enecarbamatos endocíclicos com cetenos, demonstram o grande potencial e versatilidade sintética da metodologia desenvolvida para a construção de esqueletos indolizidínicos e pirrolizidínicos e conseqüentemente para a obtenção de alcalóides indolizidínicos e pirrolizidínicos, que possuem relevantes atividades biológicas.
Abstract:  
Arquivo (Texto Completo): vtls000115221.pdf ( tamanho: 7,34MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ