Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autor: Sorratini, Rodolpho Benedito
Título: Efeito do Solvente e Contraíon na Taxa de Transporte de Cátions Potássio Através de Membranas Líquidas Hidrofóbicas
Ano: 1996
Orientador: Prof. Dr. Pedro Luiz Onófrio Volpe
Departamento: Físico-Química
Palavras-chave: Membrana líquida hidrofóbica, Éter coroa
Resumo: Estudou-se o transporte de K através de membrana líquida hidrofóbica utilizando o método BLM ("Bulk liquid membrane") e como carregador neutro o éter coroa 18C6. Estudou-se também o efeito da troca do solvente da membrana hidrofóbica e do tamanho de ânions isômeros orgânicos (2- nitrofenolato, 3- nitrofenolato e 4-nitrofenolato) utilizados como contraíons, bem como, o efeito da temperatura sobre as taxas de transporte de K. Os experimentos foram realizados utilizando uma cela compartimentalizada com temperatura controlada (293, 298, 303 e 308K) por um banho termostático. Foram empregadas soluções de K 0,01M (pH~ 12) e de 18C6 0,01M em CH2Cl2 e CCl4. A quantificação do K foi feita indiretamente utilizando um espectrofotômetro, nos comprimentos de onda máximos (l) para cada contraíon. Tal procedimento foi adotado baseando-se no fato de que, durante o transporte, a relação cátion/ânion/éter coroa é 1:1:1, uma vez que é necessário manter a neutralidade elétrica do meio. O mecanismo de transporte envolvido neste trabalho é o chamado simporte, já que as espécies migram somente numa direção através da membrana. No caso de membranas com solvente CH2Cl2 as taxas de transporte obtidas, para cada temperatura, decrescem na ordem: picrato > 2-nitrofenolato > 4- nitrofenolato > 3-nitrofenolato. Para o solvente CCl4 foi observado transferência apenas para o ânion picrato, sendo que as taxas de transporte decrescem na ordem: CH2Cl2 > CCl4.
Abstract: A liquid membrane is a liquid phase that separate two other layers in which it is immiscible. Chemical species may permeate this liquid membrane if they are soluble in it. Permeation can occur by simple diffusion or facilitated by a carrier. The interior of a hydrophobic liquid membrane is a medium of low dieletric constant (e), being a high barrier of energy to the transport of small solvated ions, e.g., K. By using the neutral macrociclic carrier 18-crown-6 (18C6) and the Bulk Liquid Membrane method (BLM), the transport rate of K though liquid membrane was studied. The following parameters were varied for this study: the temperature, the hydrophobic liquid membrane solvent and the size of the organic isomers anions used as counterions (2-nitrophenolate, 3-nitrophenolate and 4-nitrophenolate and 2,4,6- trinitophenolate). The experiments were carried out using a compartimentalized and thermostatizied cell at the temperatures of 293, 298, 303 and 308K. Solutions of K 0,01M (pH12) and of 18C6 0,01M in CH2Cl2 and CCl4 were employed. Quantification of K was made indiretly by using a spectrophotometer, at the maximum wavelength (l) for each organic counterion. This proceeding was adopted based on the fact that, during the transport, the ratio cation/anion/crown ether is 1:1:1, due the necessity to maintain the electrical neutrality of the medium. The mechanism involved in this transport process is called symport, since species are found to migrate in only one direction through the membrane.
Arquivo (Texto Completo): vtls000129078.pdf ( tamanho: 2,35MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ