Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
TESE DE DOUTORADO
 
Autora: Segre, Nádia Cristina
Título: Reutilização de Borracha de Pneus Usados como Adição em Pasta de Cimento
Ano: 1999
Orientadora: Profa. Dra. Inés Joekes
Departamento: Físico-Química
Palavras-chave: Pasta de cimento, Reutilização de pneus, Adesão matriz-borracha
Resumo: Verificou-se a possibilidade de reutilização de borracha moída de pneus usados como adição em pasta de cimento. Tratou-se as partículas de borracha com soluções aquosas de H2SO4 ou NaOH, visando-se aumentar a hidrofilicidade da superfície das mesmas para compatibilizá-las com a matriz de cimento. Confeccionou-se corpos de prova de pasta de cimento (relação água/cimento = 0,33) contendo 5 ou 10% de borracha (granulometria menor que 35 mesh). Foram realizados ensaios de absorção de água por imersão, densidade, resistência ao ataque ácido e resistência à flexão; os corpos de prova com 10% de borracha tratada com solução de NaOH apresentaram os melhores desempenhos. Ensaios de microscopia eletrônica de varredura, absorção de água por capilaridade; resistência à flexão, à compressão e à abrasão; determinação do módulo elástico e da energia total de fratura, foram realizados para corpos de prova de pasta de cimento (relação água/cimento = 0,36) contendo 10% de borracha sem tratamento ou tratada com solução saturada de NaOH. Os ensaios de determinação da energia total de fratura e resistência à flexão, à compressão e ao ataque ácido mostraram que a adição da borracha funciona como agente tenacificante e, nas condições experimentais utilizadas, diminui a porosidade do material. A determinação da perda de massa por abrasão (-1,20,4% para o controle; -1,70,4%, utilizando-se borracha tratada e -4,01,2%, utilizando-se borracha sem tratamento, após 600 ciclos) e as micrografias eletrônicas de varredura mostraram que as partículas de borracha tratadas com solução saturada de NaOH aderem quimicamente à matriz de cimento. A utilização da borracha moída de pneus como adição e não como agregado torna promissor o seu uso como material de engenharia, por exemplo como pisos e revestimentos.
Abstract: The surface modification of powdered tire-rubber to increase the adhesion to cement paste was studied. Industrially recovered tire particles were obtained in the market. The particles were surface-treated with H2S04 and NaOH aqueous solutions for 15min. Cement paste test specimens were cast (water/cement ratio = 0,33) with the addition of 5 or 10% rubber (35 mesh maximum size). Water sorption, density, resistance to acid attack and flexural strength measurements were performed; the test specimens with 10% NaOH-treated-rubber showed the best results. Scanning electron microscopy, water sorption, flexural strength, compressive strength, abrasion resistance, modulus of elasticity and fracture energy measurements were performed using test specimens (water/cement ratio = 0,36) containing 10% of as-received or 10% of NaOH(saturated solution)-treated-rubber. The results of flexural and compressive strength, fracture energy and resistance to acid attack show that the addition of rubber particles improve the toughness and reduce the porosity of the specimens. Weight loss by abrasion (-1,20,4% for control specimens; -1,70,4%, using treated-rubber and -4,01,2% using as-received rubber, after 600 cycles) and electron microscopy examination show that the NaOH-surface-treatment enhances the rubber-matrix adhesion. The use of so treated tire-rubber particles as addition, instead of aggregate, in cement-based materiaIs is promising for applications such as driveways or in road constructions.
Arquivo (Texto Completo): vtls000224301.pdf ( tamanho: 4,10MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ