Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
TESE DE DOUTORADO
 
Autor: Maldaner, Adriano Otávio
Título: Adição de Nucleófilos de Carbono a Íons N-Acilimínio Substituídos
Ano: 1999
Orientador: Prof. Dr. Ronaldo Aloise Pilli
Departamento: Química Orgânica
Palavras-chave: Alquilação, Pirrolidinonas, Quinolizidinas, Indolizidinas
Resumo: O presente trabalho descreve os estudos de adição de nucleófilos de carbono a íons N-acilimínio substituídos e a utilização desta metodologia na obtenção estereosseletiva de sistemas piperidínicos, quinolizidínicos, indolizidínicos e decaidroquinolínicos. Para tal obteve-se N-Boc-2-piperidinonas 2.18 e 2.19 e as N-Boc-2-pirrolidinonas 2.20 e 2.21, substituídas na posição vizinha ao nitrogênio do anel, a partir da adição de reagentes de Grignard à glutarimida e succinimida, respectivamente, redução da hidroxilactama formada e proteção do nitrogênio na forma do carbamato terc-butílico. Estas lactamas foram utilizadas como substratos em um estudo sistemático de alquilação, levando às N-Boc-2-piperidinonas 3,6-dissubstituídas 2.22-2.24 e 2.28 e às N-Boc-2-pirrolidinonas 2.34, 2.35, 2.38-2.43 em rendimentos de 45-83%, após formação dos respectivos enolatos de lítio e captura com os eletrófilos iodeto de metila, brometo de alila e brometo de benzila. Foram obtidas altas seletividades (>96:6) em favor dos produtos trans-dissubstituídos em todos os sistemas e somente no caso das alquilações de sistemas pirrolidínicos com iodeto de metila foram obtidas misturas com os produtos cis-dissubstituídos. A redução da carbonila endocíclica das lactamas dissubstituídas, seguida da adição de ácidos de Lewis, possibilitou a formação in situ dos respectivos íons N-acilimínio que foram capturados com vários agentes nucleofílicos. Os derivados piperidínicos reagiram em bons rendimentos (70-91%) com aliltribuliestanana e sililenoléteres, fornecendo os produtos com estereoquímica relativa 2,6-cis/2,3-trans em boas seletividades (ed>80%). No entanto, as reações com os íons N-acilimínio derivados das pirrolidinonas dissubstituídas apresentaram baixa seletividade na adição de aliltributilestanana. A metodologia desenvolvida para a obtenção estereosseletiva de piperidinas trissubstituídas foi utilizada na síntese das formas racêmicas da decaidroquinolina 4.3, indolizidina 4.4, 2,4-bis-epi-plumerinina 4.16 e Indolizidina 209B.
Abstract: This work describes the studies on the addition of carbon nucleophiles to substituted N-acyliminium ions and the application of this methodology toward the stereoselective synthesis of piperidine, quinolizidine, indolizide and decahydroquinoline systems. To achieve this goal a-substituted N-Boc-2-piperidinones 2.18 and 2.19 and the N-Boc-2- pyrrolidinones 2.20 and 2.21 were obtained from glurarimide and succinimide after Grignard reactions, reduction of hydroxylactams and nitrogen protection with the tert-butiyl carbamate. These lactams were used as starting material in a systematic alkylation study, leading to 3,6-disubstituted N-Boc-2-piperidinones 2.22-2.24 and 2.28 and to 3,5-disubstituted N-Boc-2- pyrrolidinones 2.34, 2.35, 2.38-2.43 in 45-83% yield. trans-Disubstituted products were obtained in high diastereoselection (>94/6) after reaction of the corresponding lithium enolates with methyl iodide, allyl bromide and benzyl bromide. Carbonyl reduction followed by Lewis acid promoted in situ formation of the N-acyliminium ion paved the way for its reaction with several nucleophiles. The additjon of allyltributylstananne and silylenolethers to 6-membered N-acyliminium ions afforded 2,6-cis/2,3-trans trisubstituted piperidine derivatives in good yields (70-91%) and selectivities (de>80%). On the other hand, the addition of allyltributylstananne to 5-membered N-acyliminium ions led to the trisubstituted pyrrolidine derivatives with low distereoisomeric ratio (1.1/1-2.2/1). The methodology developed for the stereoselective preparation of trissubstituted piperidine derivatives was employed in the preparation of the racemic form of decahydroquinoline 4.3, indolizidine 4.4, 2,4-bis-epi-plumerinine 4.16 and Indolizjdine 209B.
Arquivo (Texto Completo): vtls000200046.pdf ( tamanho: 5,0MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
2012-2014 BIQ