Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autora: Sant'anna, Ana Luísa Silva
Título: Estudo da Deposição de Ceramidas sobre a Fibra Capilar para o Combate a Danos Cuticulares
Ano: 2000
Orientadora: Profa. Dra. Inés Joekes
Departamento: Físico-Química
Palavras-chave: Cabelo humano, Difusão de corante, Complexo da membrana celular
Resumo: Cabelo humano pertence a um grupo de proteínas denominadas a-queratina. Uma fibra capilar contém 3 a 4 diferentes subunidades: cutícula, córtex, complexo da membrana celular (CMC) e, eventualmente, medula. As ceramidas são lipídios do CMC que asseguram a adesão entre células cuticulares e corticais. Há no mercado uma enonne quantidade de produtos contendo ceramidas, entretanto são poucos os relatos sobre a eficácia das mesmas. Portanto foram feitos ensaios para verificar se a ceramida da classe 6 reduz perdas protéicas do cabelo e melhora a eficiência do efeito de barreira das cutículas. Foram investigados cabelos oxidados, fotooxidados e abrasados. Os seguintes estudos foram feitos: difusão de corante nas fibras capilares por duas metodologias (espectrofotometria e microscopia ótica de fluorescência), marcação dos aminoácidos da queratina com reagente específico (cloreto de dansila), quantificação de perda protéica pelo método de Lowry e microscopia eletrônica de varredura. Utilizando-se a forma reduzida de equação de Crank obtiveram-se coeficientes aparentes de difusão de rodamina B no cabelo separadamente para cutícula e córtex. Na cutícula estes valores variaram de 0,82 a 2,4x10cm/s e no córtex obtiveram-se valores de 0,29 a 0,49x10cm/s. Os valores obtidos permitiram verificar que não havia diferenças entre amostras tratadas e não tratadas com ceramidas e que o corante penetrou nos fios por uma via intercelular .Através do método de microscopia ótica de fluorescência encontraram-se valores de 3,47 a 4,44 x10cm/s que apresentam a mesma magnitude do primeiro método. Ambos os métodos forneceram valores de coeficiente aparente de difusão semelhantes àqueles encontrados na literatura para lã e nylon. A marcação dos arninoácidos do cabelo com cloreto de dansila mostrou que uma maior quantidade de reagente se acoplou às fibras oxidadas comparado às fotooxidadas. Partindo-se de uma quantidade inicial de 3,80 moles de reagente, verificou-se que ao final de reação 3,58 a 3,68 moles haviam sido hidrolisados (95% da quantidade inicial). O fato de se ter utilizado um aparelho com baixa sensibilidade não pennitiu obter dados precisos, mas a técnica é promissora para investigar alterações químicas em cabelo. Ao longo dos tratamentos abrasivos a que as mechas de cabelo eram submetidas observou- se que, quando tratadas com ceramidas, as fibras perderam de 47 a 62% menos proteínas do que o controle. Micrografias eletrônicas de varredura mostraram que as amostras tratadas constantemente com ceramidas perderam menos material queratinoso durante a abrasão. Portanto a ceramida utilizada conferiu às fibras capilares uma maior coesão cuticular reduzindo a perda de suas proteínas constituintes.
Abstract: Human hair belongs to a protein group known as a-keratin. It contains 3 or 4 different units: cuticle, cortex, cell membrane complex (CMC) and, eventually, medulla. Ceramides are lipids located in CMC that ensure adhesion between cuticle and cortical cells. There are many toilet products in the market which contain ceramides claiming that they act as protecting agents, but very few works report the efficacy of these lipids. We studied the effect of ceramide-6 on dyed, irradiated and abraded hairs. The following studies were performed: diffusion of a dye within the fibers by two methodologies (spectrophotometry and fluorescence optical microscopy), keratin's aminoacid labeling with dansyl chloride, assessment of protein loss according to Lowry's method and scanning electron microscopy. Using the reduced form of Crank's equation, we obtained values for the apparent diffusion coefficient of rhodamine B in hair cuticle (0.82 to 2.4 x10cm/s) and in hair cortex (0.29 to 0.49 x10cm/s). The obtained values allowed us to conclude that there were no differences between the samples treated and not treated with ceramides and also that the dye penetrated into the fibers through an intercellular route. Using the fluorescence microscopy method we found values between 3.47 and 4.44 x10cm/s that present the same magnitude as the first method. Both methods supplied values of apparent diffusion coefficient very similar to those found in the literature for wool and nylon. Labeling of hair's amino acids with dansyl chloride showed that a greater amount of reagents coupled to dyed fibers rather than to irradiated fibers. Starting with an amount of 3.80 mols of reagent, we noticed that at the end of the reaction 3.58 to 3.68 mols of the reagent had been hydrolised (95% of the initial amount). Once we used an equipment with low sensitivity, we didn't obtain accurate data, still this technique is quite promising to investigate chemical alterations in human hair . Throughout the abrading treatments to which hair tresses were submitted we observed that fibers treated with ceramides lost from 47 to 62% less proteins than the control. Scanning electron micrographs showed that the samples treated frequently with ceramides lost less keratinous matter during abrasion. Therefore the employed ceramide provided to the hair fibers a greater cuticular cohesion while reducing the loss of their constituent proteins
Arquivo (Texto Completo): vtls000212371.pdf ( tamanho: 3,32MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ