Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autor: Quental, Antonio Carlos
Título: Blendas de Polietileno Linear de Baixa Densidade e Poli(Propeno-co-Eteno-co-1-Buteno)
Ano: 2000
Orientadora: Profa. Dra. Maria Isabel Felisberti
Departamento: Físico-Química
Palavras-chave: Blendas, Processamento em extrusora, Propriedades mecânicas, Polietileno
Resumo: Este trabalho visa o estudo das blendas de polietileno linear de baixa densidade (PELBD) com o terpolímero poli(propeno-co-eteno-co-1-buteno) (ter-PP). A adição do terpolímero ao PELBD tem como objetivo a melhora no processamento deste último, mantendo-se as propriedades mecânicas das blendas no mínimo comparáveis ao PELBD. Para isto foram utilizados dois tipos de polietileno linear de baixa densidade, com comonômero 1-hexeno e outro com comonômero 1-octeno, sendo avaliada a influência da microestrutura dos polímeros nas propriedades mecânicas e morfológicas das blendas. As blendas foram preparadas através da mistura mecânica dos polímeros no estado fundido em uma extrusora monorosca, em cinco composições diferentes: 20, 40, 50, 60 e 80% em massa de PELBD. Através da análise de DSC das blendas verificou-se a presença das fases cristalinas dos dois polímeros. A análise dinâmico-mecânica das blendas indicou a imiscibilidade dos polímeros também na fase amorfa, sendo constatada a sobreposição da transição vítrea do ter-PP com a relaxação secundária dos polietilenos. Os ensaios mecânicos de tração indicaram que a blenda contendo 20% de ter-PP possui propriedades mecânicas similares aos PELBD que a constituem. As blendas com composições na faixa de 40-80% do ter-PP apresentaram uma diminuição acentuada nas propriedades mecânicas comparativamente aos componentes puros. A morfologia das blendas mostrou-se dependente da composição, conforme observado por microscopia eletrônica de varredura. A introdução do ter-PP melhorou o processamento do PELBD, conforme o observado durante o processamento no reômetro de torque. O conjunto de resultados mostrou que a microestrutura dos PELBD utilizados não influenciam as propriedades das blendas.
Abstract: The aim of this research work was study of blends of linear low density polyethylene (LLDPE) and ethylene-propylene-butene-1 terpolymer (ter-PP). For this, two types of polyethylene was used: 1-hexene comonomer and 1-octene comonomer based. The addition of ter-PP has as purpose to improve the processing of LLDPE. The blends were obtained through mechanical mixture using single screw extruder with different compositions: 20, 40, 50, 60 and 80 wt% of LLDPE . From DSC measurements two separated melting and crystallization peaks were observed and the dynamic mechanical relaxation showed two glass transition. There is a overlap between glass transition of ter-PP and secondary relaxation of LLDPE. These results indicate that LLDPE/ter-PP blends are immiscible in amorphous and crystalline phases in the solid state. Torque measurements showed that the addition of ter-PP cause a decrease of the viscosity making easier the processing. Blends containing 20 wt% of ter-PP present mechanical properties similar to LLDPE while blends richer in ter-PP exhibit poor mechanical properties characteristics of incompatible blends. Morphological observations showed that phase inversion took place in 50/50 (LLDPE/ter-PP) composition, which exibit a co-continuous morphology. The microstructure of the LLDPE have no influence on the blend properties.
Arquivo (Texto Completo): vtls000215745.pdf ( tamanho: 3,86MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ