Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autor: Costa, André Corrêa da
Título: Modificação de Superfície de Polietileno de Alta e de Baixa Densidade
Ano: 1982
Orientador: Prof. Dr. Fernando Galembeck
Departamento: Físico-Química
Palavras-chave: --
Resumo: Superfícies de polietileno de alta e de baixa densidade podem ser modificadas por impregnação de Fe2O3 e MnO2, ou só Fe2O3 ou só MnO2 os quais possuem elevada energia superficial. O método consiste na sorção do pentacarbonilferro pelo plástico e sua oxidação in situ com solução ácida ou básica de permanganato de potássio, ou na simples oxidação das poliolefinas em solução ácida de KMnO4 à quente (t > 40°C). Neste trabalho foram verificados os efeitos de algumas variáveis (temperatura de oxidação, concentraçâo de reagentes, tempo de sorção e de oxidação) sobre a quantidade de óxido(s) incorparado(s) aos plásticos. Os óxidos incorporados às poliolefinas são removidos por lavagem com HCl 37%. A dificuldade de remoção dos óxidos depende do meio oxidante em que foram obtidos os compósitos, isto é, a remoçâo dos óxidos dos compósitos obtidos em solução alcalina de KMnO4 é mais difícil do que dos obtidos em solução ácida do mesmo sal. Quando a lavagem é realizada após a fusão dos compósitos a remoção dos óxidos é possível em PEBD fundido a 135°C; em PEAD a 190°C ocorre a reação química (demonstrada por alterações em bandas de absorção no IV) em grau mais acentuado e migração de material colorido (ainda não identificado) para o interior do polímero. Difractogramas de Raio X foram obtidos, mas não permitem conclusões definitivas. Exames de microfotografias ópticas e de microscopia eletrônica de varredura revelam que a impregnação dos plásticos pelos óxidos é bastante uniforme recobrindo quase toda superfície dos plásticos. Esta uniformidade se acentua mais nos compósitos obtidos em meio aIcalino.
Abstract: Polyethylene (HDPE and LDPE) surfaces can be modified by impregnation with Fe and Mn oxides. The method used consists in Fe(CO)5 sorption by the plastic and its in situ oxidation. Oxidants used are acidic or basic solutions of KMnO4. Polyethylene can also be impregnated with MnO2 only, by immersion in acidic KMnO4 solutions at temperatures higher than 50°C , In the present work the effects of some variables (oxidation temperature, reagent concentration, sorption and oxidation times) on the amounts of oxides incorporated to the polymers were investigated. LDPE is corroded to a larger extent than HDPE under exposure to acidic permanganate solutions. MnO2 - impregnated HDPE undergoes extensive degration when heated to 190°C. Surface modified polyolefins display a peroxidasic catalytic activity and are thus unprecedent examples of polyolefin-supported heterogeneous catalysts.
Arquivo (Texto Completo): vtls000048185.pdf ( tamanho: 5,27MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ