Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autora: Reis, Mariza Gomes
Título: A Contribuição da Química para o Estudo de Orchidaceae e seus Polinizadores
Ano: 2000
Orientadora: Profa. Dra. Anita Jocelyne Marsaioli
Departamento: Química Orgânica
Palavras-chave: Fragâncias florais, Oncidium, Diacilgliceróis
Resumo: Investigar a química envolvida na polinização de Orchidaceae foi o objetivo deste trabalho. Inicialmente foi estudada a composição da fragrância floral de cinco espécies: Stanhopea lietzeii, Stanhopea insignis, Polystachya estrellensis, Psilochilus modestus e Epidendrum secundum. Nestas espécies as fragrâncias são constituídas por misturas de compostos monoterpênicos, sesquiterpênicos, aromáticos e derivados de ácidos graxos. Os resultados deste estudo revelam uma grande diferença entre a composição da fragrância de flores polinizadas por abelhas e por borboletas. Numa segunda etapa foram focalizadas as recompensas florais de Orchidaceae, óleos florais produzidos em glândulas chamadas de elaióforos, de seis espécies de Oncidium: O. pubes, O. trucatum, O. hookeri, O. enderianum e O. varicosum; e três espécies do gênero Gomesa: G. crispa, G. recurva e Gomesa sp. foi revelada a presença de ésteres de glicerila; fenilpropanóides, terpenóides; e derivados de ácidos graxos. Os ésteres de glicerila foram encontrados principalmente como diacilgliceróis e triacilgliceróis nos quais o glicerol estava esterificado com um ou dois resíduos de ácido acético e um ácido graxo, sendo suas identificações sugeridas com base nas análises de CG/EM e RMN do óleo, e por comparação com 3 compostos sintetizados a partir do D-manitol, ácido óleico e ácido acético. Finalmente, nossos resultados fornecem evidências químicas que sugerem que a polinização destas espécies de Oncidium não estão baseadas num mecanismo de atração-engano dos visitantes florais, mas na recompensa com óleos florais. Este é o primeiro relato sobre a composição química destes óleos florais em espécies de Orchidaceae.
Abstract: The investigation of the Orchidaceae pollination is the aim of this work. At first the floral fragrance of five species were studied: Stanhopea lietzeii, Stanhopea insignis, Polystachya estrellensis, Psilochilus modestus and Epidendrum secundum. The fragrances of these species are mixtures of monoterpenoids, sesquiterpenoids, and aromatic compounds and fatty acids derivatives. These work's results show a significant difference between the floral fragrance composition of flowers pollinated by bees and by butterflies. The second part of this work is focused on floral rewards, in this case, floral oils produced in the elaiophers glands, offered by orchidaceae flowers. Floral oils of six Oncidium species and three species of Gomesa genus were studied. The Oncidium species are: O. pubes, O. truncatum, O. hookeri, O. enderianum, and O. varicosum. The Gomesa species are: G. crispa, G. recurva and Gomesa sp. The composition of these oils presents glyceril esters, phenylpropanoids, terpenoids and fatty acid derivatives. The glyceril esters were found as di and triacilglycerols where the glycerol was esterified by one or two acetic acid residues and one fatty acid residue. The identification of these compounds is suggested by the GC/MS and NMR analysis and by comparing the oils data and three synthetic compounds data. These synthetic compounds were produced by using as starting products the D-manitol, oleic acid and acetic acid. This work presents chemical evidences, which suggest that species pollination is not based on attraction-deception system but based on floral rewards. This is the first study on chemical composition of floral oils of these Orchidaceae species.
Arquivo (Texto Completo): vtls000220374.pdf ( tamanho: 4,09MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ