Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
TESE DE DOUTORADO
 
Autor: Minguzzi, Sandro
Título: Isolamento, Identificação e Testes Anti-Câncer de Vitanolídeos das Folhas de Acnistus arborescens
Ano: 2002
Orientador: Prof. Dr. Lauro Euclides Soares Barata
Departamento: Química Orgânica
Palavras-chave: Vitanolídeos, Acnistus arborescens, Anti-câncer
Resumo: Este trabalho permitiu o isolamento e identificação de cinco vitanolídeos das folhas de Acnistus arborescens (L.) Schlecht, o vitanolídeo 1 (conhecido) e os inéditos 2, 3, 4 e 5. As substâncias isoladas apresentaram atividade citotóxica em câncer, e foram identificadas através de estudos de IV, RMN 1D e 2D, e Espectrometria de Massas. Estudos de de-replicação permitiram avaliar a atividade anti-câncer. O extrato etéreo das folhas de A. arborescens e vitanolídeos purificados (1, 2, 3, 4 e 5) foram avaliados em: câncer de mama, câncer de pulmão, câncer de cólon, câncer de próstata e carcinoma oral epidermóide (Tabela 14). Outra parte do trabalho foi a obtenção de seis derivados sintéticos dos vitanolídeos 1 e 2 (Quadro 1), permitindo testar os mesmos nos sistemas de células cancerosas já referidos. Estes estudos mostraram. que a substância natural com maior atividade é 1, em câncer de cólon (ED50= 0,03 mg/mL). A alteração mais significativa na atividade biológica, com a mudança estrutural, ocorreu em 1b, onde houve um decréscimo na atividade biológica. Esta transformação mostrou que o sistema conjugado 2-en-1-ona é fundamental na atividade dos vitanolideos. O derivado 1d representou uma melhora de 2 vezes na atividade contra câncer de pulmão, embora a atividade tenha diminuído em outras de células. O derivado 1c não apresentou nenhum aumento na atividade, entretanto percebemos uma certa seletividade na atividade de determinadas células. O teste biológico da atividade quimiopreventiva (Quinona Redutase), mostrou que 1, 2 e 3 são eficientes como indutores monofuncionais de quinona redutase, uma enzÍma relacionada à quimioprevenção em câncer.
Abstract: Five cytotoxic withanolides (1, 2, 3, 4 and 5), four with new structures (2-5), were isolated from the leaves of Acnistus arborescens (L.) Schlecht. Their structures were determined by a combination of lR, 1D and 2D-NMR and mass spectral studies. Dereplication analysis of the ethyl ether extract was useful for evaluating the components showing significant cytotoxic activity. The ether extract of the leaves of A. arborescens and the purified withanolides (1, 2, 3, 4 e 5) were evaluated according to standard procedures against human cancers: breast, lung, colon, oral epidermoid carcinoma and prostate cancer cell lines (Table 14). Six derivatives of 1 and 2 were obtained and tested against the same cell lines (Figure 1). These data show that 1 exhibited the best activity in colon cancer (ED50=0,03mg/ mL). The most significative structural change in the biological activity, occurred in 1b, where there was a decrease in biological activity. This change showed that the conjugated 2-en-one system is fundamental for withanolides activities. The 1c and 1d.derivatives showed interesting results, 1d improved twice the activity against lung cancer, although the activities decrease for other cells. The 1c derivative does not improved the activity, despite of certain selectivity for some cells. The Quimiopreventive activity (Quinone Reductase), showed that 1, 2 and 3 are efficient as monofuctional inductors of Quinone reductase, an enzime related with Quimioprevention in cancer.
Arquivo (Texto Completo): vtls000260368.pdf ( tamanho: 2,79MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ