Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autor: Steve, Daniel
Título: Resinas Híbridas Organo-Inorgânicas Baseadas em Poli(Metacriloxipropilsilsesquioxano) e Poli(Metacrilato de Metila)
Ano: 2002
Orientadora: Profa. Dra. Inez Valéria Pagotto Yoshida
Departamento: Química Inorgânica
Palavras-chave: Poli(metacrilato de metila), Silsesquioxano, Acrílico, Silicona
Resumo: Neste trabalho preparou-se a resina de poli(metacriloxipropilsilsesquioxano), PMSO, por hidrólise e condensação do metacriloxipropiltrimetoxissilano, MPTS, utilizando-se como catalisador o dibutildiacetato de estanho, e tolueno como solvente. Mantendo-se o PMSO em solução, cadeias de poli(metacrilato de metila), PMMA, foram ancoradas em sua estrutura pela copolimerização radicalar do PMSO e metacrilato de metila, em presença de um iniciador radicalar, gerando a resina copolimérica híbrida PMMA-PMSO. A adição de poli(dimetilsiloxano), PDMS, contendo grupos dimetilsilanol em finais de cadeia, permitiu a obtenção da resina copolimérica híbrida PMMA-PMSO/PDMS. Em seguida foram preparadas misturas poliméricas de PMMA e PMMA-PMSO, e de PMMA e PMMA-PMSO/PDMS, em diferentes composições, num misturador descontínuo, que permitiu a análise do torque e de temperatura durante o processamento. A análise estrutural dos materiais obtidos foi realizada por espectro IV-TF, monitorando-se a hidrólise dos grupos alcóxidos, a condensação dos silanóis, e a presença dos principais grupos funcionais nos materiais intermediários e finais. A estabilidade térmica das resinas obtidas e das misturas foi examinada por análise termogravimétrica. A temperatura de transição vítrea, Tg, das resinas e das misturas, foi determinada por calorimetria diferencial de varredura e análise dinâmico-mecânica. A morfologia das misturas foi analisada por microscopia eletrônica de varredura com fonte de emissão de campo. As análises térmicas e morfológicas evidenciaram que as misturas foram constituídas por uma matriz de PMMA contendo domínios dispersos das resinas copoliméricas híbridas.
Abstract: In this work, poly(methacryloxypropylsilsesquioxane), PMSO, was prepared through hydrolysis and condensation of methacryloxypropyl-trimethoxysilane, MPTS, with dibutyltin diacetate as catalyst and toluene as a solvent. Keeping PMSO in solution, chains of poly(methylmethacrylate), PMMA, were anchored by means of radical copolymerization of PMSO and methylmethacrylate monomer, in the presence of a radical initiator, generating the PMMA-PMSO hybrid copolimeric resin. The addition of poly(dimethylsiloxane), PDMS, containing dimethylsilanol chain ends, led to the preparation of PMMA-PMSO/PDMS hybrid copolimeric resin. Polymeric blends of PMMA and PMMA-PMSO, as well as PMMA and PMMA-PMSO/PDMS, were prepared in several compositions in a discontinuous blender, which allowed torque and temperature analyses during processing. Structural analysis of all prepared materials was performed by FTIR, in order to evaluate the alkoxyde groups hydrolysis, the silanol condensation and the presence of main functional groups in the intermediate and final products. Thermal stability of the resins and blends was investigated by thermogravimetric analysis. The glass transition temperature, Tg, was determined for the resins and blends, through differential scanning calorimetry and dynamic mechanical analysis. The morphology of the blends was analyzed by field emission electron scanning microscopy. Thermal and morphological analyses showed that the blends were constituted by hybrid copolimeric resin domains dispersed in PMMA matrix.
Arquivo (Texto Completo): vtls000294012.pdf ( tamanho: 5,17MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
2012-2014 BIQ