Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
TESE DE DOUTORADO
 
Autor: Keslarek, Amauri José
Título: Influência da Variação dos Agentes Emulsionantes na Heterogeneidade de Filmes de Látices
Ano: 2002
Orientador: Prof. Dr. Fernando Galembeck
Departamento: Físico-Química
Palavras-chave: Latex, Polímero, Surfactante
Resumo: Neste trabalho foram produzidos cinco diferentes látices de poli(estireno-co-acrilato de butila-co-ácido acrílico) utilizando-se diferentes surfactantes aniônicos: um alquil éter sulfonato, um fenil poliéster fosfato e um alquil-sulfonato reativo, sendo que os dois últimos foram utilizados em conjunto. As polimerizações foram realizadas em processo semicontínuo, iniciado por persulfato ou por iniciador redox. Três látices têm baixa Tg, e são formadores de filme, e outros dois de alta Tg foram produzidos para caracterização morfológica e de composição espacial das partículas. Os filmes e as partículas foram caracterizados por técnicas de microscopia de sonda (AFM, SEPM, EFM) e eletrônica (ESI-TEM), por espectroscopia de FTIR e de C e H RMN, fracionamento zonal em gradiente de densidade, coramento por corante catiônico e determinação de brilho. Os filmes contêm domínios polares e as partículas do látex preparado com surfactante reativo e fosfato apresentam resistência à coalescência. Durante o envelhecimento destes filmes há migração de surfactante para a superfície, revelando sua incompatibilidade. A distribuição elementar nas partículas e nos filmes não é uniforme e a composição das cadeias poliméricas não é homogênea: mesmo utilizando-se processo semicontínuo, há formação de polímero também por nucleação homogênea, além da usual nucleação micelar. A remoção de compostos de baixa massa molar dos látices por meio de diálise teve influência na formação dos filmes, produzindo filme menos uniforme topograficamente e em relação a distribuição de cargas elétricas.
Abstract: Five poly(styrene-butyl-acrylate-acrylic-acid) latexes were produced in this work, using different anionic surfactants: i) an alkyl-ether sulfonate and ii) the mixture of a phenyl polyether phosphate and a reactive alkyl sulfonate. The polymerization reactions were performed in a semi-continuous process, initiated by persulfate or redox initiators. Three of these latexes have low Tg and then they are film formers. The other two have high Tg and were produced as a reference, in order to be characterized concerning the morphology and spatial elemental composition. The films and particles were characterized by different probe microscopies (AFM, SEPM, EFM) and electron microscopy (ESI-TEM), by spectroscopy (FTIR, C RMN and H RMN), zonal gradient density fractionation, staining with a cationic chromophore and brightness index. The films have polar domains, and the latex particles, prepared with the reactive surfactant added to phosphate surfactant, resist to coalescence. During the ageing, these films undergo surfactant migration to the surface, revealing its incompatibility with the polymer. The elemental distribution of particles and films elemental distribution is not uniform and the polymer chain composition is not homogeneous: even though the process is semi-continuous, there is polymer formation by homogeneous nucleation in addition to the micelar nucleation. The low molecular weight components withdrawn from the latexes by dialysis influence the film formation, producing rougher films, with non-uniform electric charge distribution.
Arquivo (Texto Completo): vtls000284913.pdf ( tamanho: 13,1MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
2012-2014 BIQ