Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autor: Furtado, Carlos Henrique Fernandes
Título: Monitoramento de Gases Causadores do Efeito Estufa em Reservatórios de Usinas Hidroelétricas
Ano: 2001
Orientador: Prof. Dr. Wilson de Figueiredo Jardim
Departamento: Química Analítica
Palavras-chave: FIA/condutométrico, Câmara estática, Interface água-atmosfera
Resumo: A proposta deste trabalho foi verificar, através dos resultados obtidos em experimentos de campo, a contribuição para o efeito estufa da geração de energia hidroelétrica. Para tanto foi desenvolvido um método de obtenção direta dos fluxos de CO2 na interface água-atmosfera dos reservatórios das usinas hidroelétricas, por meio de câmaras estáticas, cuja eficiência foi comprovada em laboratório e seus resultados comparados com modelos matemáticos já consagrados para o cálculo destes fluxos. As amostras líquidas e gasosas de CO2 foram analisadas pelo método da Análise por Injeção em Fluxo (FIA) com detecção condutométrica de CO2, otimizado para análises in situ, isto é, diretamente na interface água-atmosfera dos reservatórios. Foram feitos estudos nas Usinas Hidroelétricas de Barra Bonita, Bariri (Álvaro Souza Lima) e Promissão (Mário Lopes Leão), todas no curso do Rio Tietê, estado de São Paulo. Nestes estudos, além da obtenção dos fluxos de CO2 na interface água-atmosfera dos reservatórios, também foram avaliados a variação espacial e dioturna destes fluxos. Os valores de emissão de CO2 médios obtidos para as usinas estão na faixa de 1600 tCO2d (10,96 tCO2MWd) para a Usina de Barra Bonita, 360 tCO2d (2,5 tCO2MWd) para a de Bariri (fluxos evasivos) e -570 tCO2d, ou -2,19 tCO2MWd (fluxo invasivo) para a usina de Promissão. Esta grande diferença nas emissões de CO2 quando se compara uma usina com outra, indica que estas emissões estão intimamente relacionadas com a natureza limnológica, em especial o grau de eutrofização, inerente de cada reservatório.
Abstract: The proposal of this work was to evaluate, through field experiments using na static chamber, the contribuition of hydroelectric power generation to the greenhouse effect due to the evasion/invasion of CO2 at the water/air interface of reservoirs. The developde procedure uses na static chamber to colect CO2, what is then measured with the help of Flow Injection Analysis coupled to a condutctometric detector, adapted to perform field analysis. The experimental results were compared to the ones generated using mathematical models, and discrepancies in these results suggest that CO2 diffusion constant has to be reevaluated. The reservoirs of Barra Bonita, Álvaro Souza Lima and Mário Lopes Leão power plants, all of them in the Tietê River, São Paulo State, were measured in differents times places within the reservoir as well as in diel profiles. Average CO2 emissions were 1600 tCO2d (or 10,96 tCO2MWd) for Barra Bonita, 360 tCO2d (or 2,5 tCO2MWd) for Álvaro Souza Lima, both evasive fluxes, and -570 tCO2d, or -2,19 tCO2MWd, to Mário Lopes Leão, the only invasive flux measured. When comparing the performance of these hydroelectric power plants with the future planned thermoelectric ones based on natural gas, the results shows that in terms of CO2 releases per unit of energy produced, hidrolectricity still the best environmental option.
Arquivo (Texto Completo): vtls000289745.pdf ( tamanho: 3,75MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ