Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autor: Porto, Ricardo Silva
Título: Síntese de Aminoésteres a Partir de Adutos de Baylis- Hillman: Precursores de Aminoácidos Não Proteinogênicos
Ano: 2003
Orientador: Prof. Dr. Fernando Antonio Santos Coelho
Departamento: Química Orgânica
Palavras-chave: Baylis-Hillman, Epóxidos, Aziridinas, Aminoácidos
Resumo: Proteínas e peptídeos constituem unidades estruturais de elevada importância para a manutenção de vários processos biológicos vitais. O uso de aminoácidos estruturalmente modificados, ditos não proteinogênicos, na compreensão de vários processos biológicos é uma estratégia de grande valia na pesquisa químico-biológica. O grande interesse biológico desses aminoácidos não proteinogênicos associado ao nosso interesse em explorar os adutos de Baylis-Hillman como substratos para a sua preparação nos levou a desenvolver esse trabalho que têm por objetivo preparar a- e b-aminoácidos com centros quaternários em posição a- (figura). No nosso entender, aminoésteres como mostrado acima podem ser obtidos a partir da abertura de anéis de epóxidos e aziridinas com nucleófilos convenientes. Estes epóxidos e aziridinas por sua vez podem ser preparados a partir do aduto de Baylis-Hillman resultante da reação entre uma olefina elétron-deficiente (a,b-insaturada) e um aldeído sob a influência de um catalisador, geralmente uma amina terciária (esquema). Neste trabalho, descrevemos os resultados referentes a preparação de aminoésteres a partir de adutos de Baylis-Hillman, através das duas estratégias propostas. Na primeira rota, um epóxido, facilmente preparado a partir de um aduto de Baylis-Hillman, foi usado como substrato em reações de aberturas nucleofílicas utilizando aminas como nucleófilos. Na segunda, nos concentramos na preparação de uma aziridina que seria utilizada como substrato para abertura nucleofílica com nucleófilos de oxigênio. Vários b-aminoésteres foram preparados utilizando a primeira estratégia. Por outro lado, a preparação de uma aziridina a partir do aduto de Baylis-Hillman do benzaldeído foi possível, entretanto os rendimentos são modestos, apesar de nossos esforços em otimizá-los. Até onde vai o nosso conhecimento, descrevemos neste trabalho os primeiros resultados referentes à preparação de aziridinas a partir de um aduto de Baylis-Hillman.
Abstract: Proteins and peptides are important structural units for the maintenance of several vital biologic process. The use of structurally modified amino acids, said non proteinogenics, in the comprehension of biological process is a strategy of great value in the chemical and biological research areas. The great biological relevance of these non proteinogenic amino acids associate with our interest to explore Baylis-Hillman adducts as substrate to prepare them, led us to develop this work wich has been based on the preparation of a- b-amino acids bearing a quaternary center in a-position (figure). In this work, we describe our results concerning to the synthesis of non proteinogenic amino acids from Baylis-Hillman adducts. We have tried two synthetic strategies. In the first one, an epoxide, easily prepared from Baylis-Hillman adducts, was used as substrate in a nucleophilic opening reaction using amines as nucleophile. In the second one, we tried to use an aziridine as substrate for the opening reaction (scheme). Several different b-aminoesters has been prepared using the first strategy. Unfortunately, the preparation of aziridines from Baylis-Hillman adducts was possible, however the chemical yelds are very poor, despite our efforts to optimize them. As far as we know, we describe in this work the first results concerning the direct preparation of aziridines from Baylis-Hillman adducts.
Arquivo (Texto Completo): vtls000305332.pdf ( tamanho: 2,33 MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
2012-2014 BIQ