Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
TESE DE DOUTORADO
 
Autora: Vasconcelos, Nadja Maria Sales de
Título: Caracterização e Determinação de Grupos Tituláveis de Proteínas e Aminoácidos em Solução Concentrada de Uréia Através da Linearização de Curvas de Titulação Potenciométrica
Ano: 1984
Orientador: Prof. Dr. Oswaldo E.S. Godinho
Departamento: Química Analítica
Palavras-chave: -
Resumo: O presente trabalho de tese dá prosseguimento aos estudos relacionados a linearização de curvas de titulação potenciométrica de proteínas. O objetivo principal do mesmo está relacionado à titulação de proteínas desnaturadas em solução concentrada de uréia a fim de comparar-se os resultados àqueles obtidos para as proteinas nativas. Foram feitas titulações das seguintes proteínas e amino ácidos: 1. Ovalbumina em soluções de uréia 8,0 M e em condições de força iônica 0,10 M em KCl; 2. Insulina em soluções de KCl 0,10 M e 1,0 M e em soluções de uréia 8,0 M nas condições de força iônica 0,10 M; 3. Mioglobina em soluções de KCl 0,10 M e em soluções de uréia,8,0 M, em KCl 0,10 M; 4. Histidina em soluções de uréia 8,0 M e em KCl 0,10 M; 5. Ácido glutâmico em soluções de uréia 8,0 M e em KCl 0,10 M; 6. Uma mistura de ácido glutâmico e histidina em uréia 8,0 M e em KCl 0,10 M. As soluções de proteínas ou aminoácidos nas condições acima especificadas, na presença de excesso de ácido clorídrico foram tituladas com solução padrão de hidróxido de sódio. A análise dos dados obtidos nessas titulações foi feita através do método de linearização da curva de titulação desenvolvido em nosso laboratório, que permite a obtenção simultânea do volume de equivalência e das constantes de dissociação dos varios grupos tituláveis. Para aplicação desse método em solução concentrada de uréia consideramos além dos equilíbrios devido a ionização dos grupos ácidos e básicos das proteínas e aminoácidos, aquele decorrente na protonação da uréia. Desse modo, as equações de balanceamento de carga e massa usadas originalmente foram modificadas. Os resultados obtidos para as três proteínas analisadas mostraram que o método caracterizou dois tipos diferentes de grupos carboxílicos, grupos imidazóis e grupos aminos. No estudo da ovalbumina e insulina foi observada também a titulação de grupos fenólicos juntamente com guupos aminos. A titulação dos aminoácidos permitiu a verificação da exatidão dos cálculos sobretudo na determinação do número de moles de grupos carboxílicos, imidazóis e aminos. As diferenças observadas entre os resultados encontrados nas titulações das proteínas nativas e desnaturadas, serviram para especular-se a respeito dos grupos que devem estar mascarados na proteína nativa. Esses resultados indicam que a uréia tem influência sobre grupos hidrofóbicos tornando-os acessíveis a titulação e que o método de linearização é capaz de fornecer importantes informações sobre o comportamento desses grupos no estado nativo e desnaturado de proteínas.
Abstract: This thesis corresponds to the continuation of the studies related to the linearization of titration curves of proteins. It is mainly interested in the titration of proteins denatured in urea and in comparing the results with those obtained with native proteins. The following titrations of proteins and amino acids have been performed: 1. Ovalbumin in 8.0 M urea plus 0.10 M in KCl solutions; 2. Insulin in 0.10 M, 1.0 M KCl and in 0.10 M KCl in 8.0 M urea solutions; 3. Mioglobin in 0.10 M KCl and in 0.10 M KCl in 8.0 M urea solutions; 4. Hystidin in 0.10 M KCl plus 8.0 M urea solutions; 5. Glutamic acid in 0.10 M KCl plus 8.0 M urea solutions; 6. Mixture of glutamic acid plus hystidin in 0.10 M KCl plus 8.0 M urea solutions. The solutions of proteins or amino acids have been treated with excess of strong acid and titrated with sodium hydroxide solution. The method of linearization of titration curves have been applied to the experimental data obtained in these titrations. This method has been used in order to obtain the equivalence volume and pKas of the various titrable groups. Two subclasses of carboxylic groups, the imidazol and the amino groups have been characterized in the three proteins studied. The phenolic groups have also been characterized together with amino groups in the cases of insulin and ovalbumin. The differences of results obtained for native and denatured proteins have been discussed on the basis of groups which are masked in the native proteins. The method has also been applied to the amino acids hystidin and glutamic acid in order to check your accuracy.
Arquivo (Texto Completo): vtls000048502.pdf ( tamanho: 11,3MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ