Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autora: Goraieb, Karen
Título: Caracterizações Físicas, Químicas e Cromatográficas de Sílicas Modificadas por Camadas de Óxidos Metálicos
Ano: 2004
Orientador: Prof. Dr. Kenneth E. Collins
Coorientadora: Profa. Dra. Maria Izabel Maretti Silveira Bueno
Departamento: Química Analítica
Palavras-chave: Sílica metalizada, CLAE, FRX, XAS
Resumo: O objetivo deste trabalho foi caracterizar física, química e cromatograficamente Fases Estacionárias (FE) para CLAE (Cromatografia Líquida de Alta Eficiência) preparadas com sílica modificada com óxidos de zircônio, titâmo e alumínio e tendo o polimetiloctilsiloxano, PMOS, imobilizado sobre as superfícies. Os testes fisicos utilizados foram Fluorescência de Raios X (FRX), Absorção de Raios X (XAS), Difração de Raios X (DRX), Espectroscopia no Infravermelho (IV) e Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV). Estes foram importantes para se determinar a porcentagem do metal ligado à sílica pelo processo de metalização, sugerir uma estrutura para a camada de óxido metálico, verificar se esta camada de óxido está ligada ou apenas depositada sobre a da sílica, observar mudanças na estrutura da sílica e observar a ocorrência de cristalinidade. Os testes fisicos mostraram que a zirconização forneceu a maior concentração de metal sobre a sílica e permitiu sugerir uma estrutura para as sílicas titanizada e zirconizada, embora isto não tenha sido possível para a silica aluminizada. Os testes quimicos foram análise elementar (C,H,N) e testes de resistência em meios ácido e básico para sílica metalizada. O primeiro mediu a porcentagem de carbono após (i) metalização, (ii) imobilização de PMOS, (iii) extração do excesso de polímero com um solvente apropriado e (iv) após seu uso como Fase Estacionária em CLAE. O teste de resistência mostrou que o titânio protege a sílica mais adequadamente que o zircônio. Os testes cromatográficos foram realizados tanto em condições de fase normal como reversa, sendo o primeiro usando diretamente as sílicas modificadas e o último, após a deposição de PMOS. Os parâmetros cromatográficos de eficiência (N), assimetria (As) e fator de retenção (k) foram avaliados para se determinar qual FE obteve o melhor desempenho. A sílica titanizada apresentou melhores resultados, tanto em fase normal (~40100 pratos/m) como em reversa (~69600 pratos/m).As sílicas zirconizada e aluminizada mostraram as piores eficiências e tempos de retenção.
Abstract: The aim of this work was to characterize physically, chemically and chromatographically HPLC stationary phases prepared with silica modified with zirconium titanium and aluminum oxides and having polymethyloctylsilane, PMOS, immobilized onto the surfaces. The physical tests used were X Ray Fluorescence (XRF), X Ray Absorption (XAS), X Ray Diffraction (XRD), Infrared (IR) Spectroscopies and Scanning Electronic Microscopy (SEM). These tests are important to determine the content of metallinked to the silica by the metallization process, to suggest a structure for the metallic oxide layers, to verify if this layer is bonded or only deposited onto the silica, to verify changes in the structure of the silica and to see if the ocorrence of cristallinity. The physical tests showed that zirconization process gave the highest metal concentration on silica and allowed the suggestion of a structure for the zirconized and titanized silicas. This was not possible for the aluminized silica. The used chemical tests were elemental analysis (C,H,N) and tests of metallized silica resistences in acidic and basic media. The former measured the percent carbon after metallization, after PMOS immobilization, after extraction of the polymer excess with an appropriate solvent and after use as HPLC (High Performance Liquid Chromatography) stationary phases. The resistence tests showed that titanium protects silica better than zirconium. The chromatographic tests were carried out in both normal phase and reverse phase conditions, the former using the modified silicas directly and the latter after deposition of PMOS. These tests evaluated the chromatographic parameters of efficiency (N), asymmetry (As) and retention factor (k) to determine which stationary phases gave the best performance. It was verified that titanized silica had the best chromatographic performance in both normal phase (~40100 plates/m) and reversed phase (~69600 plates/m). The zirconized and aluminized silica had poorer efficiencies and longer retention times.
Arquivo (Texto Completo): vtls000321882.pdf ( tamanho: 5,81MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ