Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
TESE DE DOUTORADO
 
Autora: Rosa, Maria Aparecida
Título: Tratamento de Efluente de Indústria Papeleira por Processo Combinado Químico (Ozonização) e Enzimático (Lacase)
Ano: 2004
Orientador: Prof. Dr. Nelson Eduardo Durán Caballero
Departamento: Físico-Química
Palavras-chave: Efluente papeleiro, Ozonização, Processo enzimático, Lacase
Resumo: Neste trabalho foi estudado um sistema que combina dois diferentes processos, químico e enzimático, visando o tratamento de efluente papeleiro Kraft E1. O tratamento químico foi baseado na ozonização do efluente (POA-processo oxidativo avançado), enquanto que o enzimático utilizou a enzima lacase, produzida pelo fungo Trametes versicolor. A caracterização do efluente Kraft E1 foi realizada frente a vários parâmetros físico-químicos: fenóis totais, cor, carbono orgânico total (COT) e demanda química de oxigênio (DQO). A eficiência do tratamento por ozonização foi avaliada pela redução da toxicidade, cor, fenóis totais, COT e DQO do efluente. Resultados obtidos para redução de cor e fenóis totais foram de 65 e 50 % respectivamente, em 120 min de tratamento. Foram realizados estudos aplicando diferentes doses de ozônio e pH do efluente com o objetivo de aumentar a eficiência do processo, sendo que o melhor resultado obtido foi em pH 10 e concentração de 14 mg L de O3. No tratamento por processo enzimático, foi estudada a imobilização da enzima lacase em diferentes suportes, por métodos de imobilização química (ligações covalentes) e física (adsorção). A lacase foi imobilizada em montmorilonita KSF, por ligações covalentes e por adsorção, com 55 e 15 % de imobilização, respectivamente. Eupergite®C mostrou uma ótima capacidade de imobilização (100 %). Esta última, quando comparada com a enzima imobilizada em montmorilonita KSF apresentou grande superioridade, pela simplicidade no processo de imobilização e eficiência em vários ciclos, tendo sido utilizada para montagem do reator enzimático. O tratamento com a lacase imobilizada em Eupergit®C apresentou redução de fenóis totais de 35 %. O processo combinado ozonização/lacase imobilizada em Eupergit®C foi o que apresentou os melhores resultados para o tratamento do efluente Kraft E1.
Abstract: The efficiency of combined chemical (ozone) and enzymatic (Iaccase) process in the treatment of Kraft E1 mill effluent were studied. The reduction of total phenols, color, total organic carbon (TOC), chemical oxygen demand (COD) and the toxicity, were evaluated. For the chemical treatment an advanced oxidation process (POA) and in the biological process laccase, were used. Laccase was produced by the white-rot-fungi Trametes versicolor. Different doses of ozone and pH of the effluent were studied. Treatment using pH 10 and concentration of 14 mg L of O3 in 60 min, showed a total phenols and color removal of 50 and 65 %, respectively. The increase of pH as the reduction of ozone concentration influenced the kinetics properties of the process. The immobilization of the enzyme lacase in different supports for chemical (covalents bonds) and physics (adsorption) methods was studied. The laccase showed 55 and 15 % of chemical and physics immobilization in montmorillonite KSF, respectively. Eupergit®C showed 100 % of immobilization and have been used for assembling of the enzymatic reactor. The immobilized laccase in Eupergit®C treatment showed total phenols removal of 35 %. The combined process ozonio/laccase showed good results for the treatment of the Kraft E1 effluent.
Arquivo (Texto Completo): vtls000332342.pdf ( tamanho: 2,28MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ