Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autora: Alvim, Terezinha Ribeiro
Título: Perspectivas para o Ensino da Química Analítica Qualitativa
Ano: 2005
Orientador: Prof. Dr. João Carlos de Andrade
Departamento: Química Analítica
Palavras-chave: Química analítica qualitativa, Ensino de química, Curso superior
Resumo: No meio acadêmico brasileiro convive-se com opiniões favoráveis e contrárias à manutenção da Química Analítica Qualitativa clássica nos currículos dos cursos superiores de Química, mas nenhuma posição é claramente assumida por qualquer grupo de pesquisadores ou de professores. Para se ter uma idéia concreta da situação, fez-se uma ampla consulta às Instituições de Ensino Superior (IES) brasileiras, constatando-se que a tradicional análise de cátions e ânions ainda é ensinada como conteúdo da Química Analítica na maioria delas. Pretende-se mostrar que o ensino da análise qualitativa clássica pode desempenhar um importante papel no desenvolvimento das habilidades técnicas dos estudantes, além de induzir neles uma atitude científica e desenvolver o raciocínio analítico. Pelo seu conteúdo, pode-se afirmar que os conhecimentos da Química Analítica Qualitativa Inorgânica Clássica possuem valores práticos reais, sendo importantes para a formação do químico e para a área de Química Analítica. Para complementar e mostrar a importância desse trabalho, fez-se uma busca intensiva nos métodos oficiais de análise publicados pela AOAC Intemational, pela ASTM e pela Royal Society of Chemistry, onde foram identificados vários procedimentos que aplicam os princípios químicos e físicos dos testes qualitativos geralmente estudados nos laboratórios de ensino. Acredita-se que o docente pode despertar nos estudantes um maior interesse pela matéria ao enfatizar seus objetivos pedagógicos e os inúmeros usos práticos reais dos conhecimentos acadêmicos ensinados na disciplina de Química Analítica Qualitativa
Abstract: In the Brazilian academic circles, there are opinions for and against the keeping of Classic Qualitative Analytical Chemistry in the curriculum of the advanced Chemistry courses, but there is no clear position adopted by any group of professors or researchers. To have a concrete idea of the situation, an ample survey was done of the Brazilian Institutions of Higher Learning (IES), giving evidence that the traditional analysis of cations and anions is still taught as part of the Analytical Chemistry course in the majority of them. A goal of this work is to show that the teaching of classical qualitative analysis can play an important role in the development of the technical skills of the students, aside from inducing in them a scientific attitude and developing an analytical rationality. By its content, it can be affirmed that the knowledge of Classic Inorganic Qualitative Analytical Chemistry has a practical value, being important for the formation of the chemist and for the area of Analytical Chemistry. To complement and show the importance of this work, an intensive search was made of the official methods of analysis published by the International AOAC, by the ASTM and by the Royal Society of Chemistry, where there were identified various procedures that apply the chemical and physical principies of the qualitative tests generally studied in the teaching laboratories. It is believed that the teacher can awaken more interest of the students in the subject by emphasizing its teaching objectives and the innumerous practical uses of the academic knowledge taught in the Qualitative Analytical Chemistry course.
Arquivo (Texto Completo): vtls000365165.pdf ( tamanho: 4,18MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ