Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autor: Locatelli, Marco Antonio Fernandes
Título: Investigação Sobre a Emissão e Caracterização dos Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (HPA) na Bacia do Rio Atibaia
Ano: 2006
Orientador: Prof. Dr. Wilson de Figueiredo Jardim
Departamento: Química Analítica
Palavras-chave: HPA, Bacia do Rio Atibaia, Esgoto, Refinaria de petróleo
Resumo: Foram analisados 18 hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPA) no sedimento e no material particulado em suspensão de sete pontos amostrais ao longo da bacia hidrográfica do rio Atibaia em quatro campanhas de amostragem distribuídas em um ciclo hidrológico completo. Os resultados obtidos mostraram que há uma maior concentração dos HPA no período de seca. O ponto mais impactado foi a estação de captação de água de Campinas com concentração de HPA total de 1.841 mg kg de sedimento seco no período de seca e o menos impactado foi à jusante do aporte do ribeirão Anhumas no rio Atibaia, com concentração de HPA total de 152, 7 mg kg de sedimento seco no período de chuvas. Observou-se um predomínio de fluoranteno, fenantreno, pireno e 2-metilnaftaleno nos pontos amostrais evidenciando um impacto de esgoto doméstico na bacia do rio Atibaia. No ponto amostral localizado sob a ponte da rodovia SP-332 observou-se um aporte de HPA oriundo de fontes automotivas, principalmente de veículos movidos à diesel. A análise do efluente da refinaria de Paulínia (REPLAN) mostrou um aporte diário ao corpo receptor de 6,5 g de HPA total, sendo 75% adsorvidos no material particulado em suspensão e o restante dissolvidos na fase aquosa. Utilizou-se uma ferramenta estatística, conhecida como FALCON, desenvolvida pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA) para tentar segregar o aporte da REPLAN ao corpo receptor. Esse método mostrou um impacto pequeno da REPLAN no estoque de HPA do rio Atibaia, justificado pelo pequeno coeficiente de regressão linear entre os HPA emitidos pela refinaria e aqueles presentes no sedimento do corpo receptor à jusante do aporte.
Abstract: In this work, 18 PAHs were analyzed in sediments as well as in the suspended particulated matter in seven sampling points distributed along the Atibaia river basin during four sampling campaigns. Results show higher PAHs concentration during the dry season. The most impacted sampling point was at the Campinas potable water withdraw station with PAHs total concentration of 1.841 mg kg dry weight in the dry season, and the least impacted one was the sampling point located downstream of the Anhumas input in the Atibaia river, with PAHs total concentration of 152, 7 mg kg dry weight during the rainy season. Sewage inputs were observed in the Atibaia river basin due to the predominance of fluoranthene, phenanthrene, pyrene and 2-methylnaphthalene. In the sampling point located near the SP-332 highway, PAHs from mobile sources were observed, mainly by heavy-duty diesel trucks. The Paulínia oil refinery (REPLAN) effluent analysys showed a daily total PAHs input of 6,5 g in the Atibaia river, from which 75% were adsorbed on suspended particulated matter and 25% dissolved in the aqueous phase. A statistic method developed by US-EPA, known as FALCON, was used to try to segregate the REPLAN input from the PAH background. The low values of the linear regression coefficients between the PAHs emitted by the refinery and the ones found in the Atibaia river sediments downstream the REPLAN showed a minor impact of the refinery due to PAHs emissions.
Arquivo (Texto Completo): vtls000386727.pdf ( tamanho: 1,48MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
2012-2014 BIQ