Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autora: Gorzalka, Thais Proença
Título: Polibutadieno Imobilizado sobre Sílica para uso como Fase Estacionária em Cromatografia Líquida de Alta Eficiência e como Sorvente para Extração em Fase Sólida
Ano: 2008
Orientadora: Profa. Dra. Carla Beatriz Grespan Bottoli
Departamento: Química Analítica
Palavras-chave: CLAE, Polibutadieno, Fase estacionária, Sorvente
Resumo: Este trabalho teve como objetivo desenvolver um material baseado em polibutadieno (PBD) e sílica e avaliar seu desempenho como fase estacionária em cromatografia líquida de alta eficiência no modo fase reversa (CLAE-FR) e como sorvente para extração em fase sólida (SPE). O preparo do material consistiu na deposição do PBD na superfície da sílica seguida de imobilização por tratamento térmico na presença de peróxido de dicumila (PDC). Para a aplicação como fase estacionária, algumas variáveis de preparo foram otimizadas, como a pressão de enchimento das colunas cromatográficas (5000 psi), porcentagem de carga de polibutadieno (10 % m/m), porcentagem de peróxido de dicumila (2,5 % m/m PDC/PBD), tempo, temperatura e atmosfera de tratamento térmico (1 h a 120 °C seguida de 4 h a 160 °C, atmosfera oxidante). A fase estacionária preparada nas condições otimizadas proporcionou colunas com eficiência de 81 000 pratos por metro para o acenafteno. Valores típicos de colunas quimicamente ligadas são de 100 000 pratos por metro. No teste de estabilidade, realizado sob condições drásticas, a fase estacionária preparada na presença de peróxido de dicumila se mostrou mais estável que a fase estacionária preparada na ausência do peróxido. Também foi observado que o PBD se altera no frasco de estocagem independente dos cuidados tomados para evitar o contato com o ar durante seu manuseio. Esta alteração resultou em redução da eficiência das colunas, dificuldade de reprodutibilidade no preparo das fases e uma maior atividade silanofílica ao longo do tempo. Para a aplicação do material como sorvente para extração em fase sólida os cartuchos foram avaliados na extração de agrotóxicos em uma amostra de vinho. Pôde-se concluir que o sorvente baseado em polibutadieno é um material promissor, sendo comparável aos cartuchos C18 disponíveis comercialmente, apresentando boas eficiências de extração (95 - 119 %).
Abstract: This study aimed to develop a material based on polybutadiene (PBD) and silica and to evaluate its performance as a stationary phase in Reversed-Phase High Performance Liquid Chromatography (RP-HPLC) and as sorbent for Solid-Phase Extraction (SPE). The preparation of the material consisted of the deposition of PBD onto the surface of porous silica, followed by immobilization by thermal treatment in the presence of dicumyl peroxide (DCP). For application as a stationary phase some variables were optimized, such as packing pressure (5000 psi), polybutadiene load (10 % m/m), dicumyl peroxide load (2.5% m/m DCP/PBD), temperature, time and atmosphere of thermal treatment (1 h at 120 °C followed by 4 h at 160 °C, in an oxidizing atmosphere). The stationary phase prepared under these conditions yielded a column with efficiency of 81 000 plates per meter for acenaphthene. Tipical values for chemical-bonded stationary phases are about 100 000 plates per meter. A chemical stability test, carried out under drastic conditions, showed that the stationary phase prepared in presence of dicumyl peroxide was more stable than a stationary phase prepared in the absence of peroxide. It was also observed that PBD is altered during storage, independent of the care taken to avoid contact with air during its handling. This change resulted in reduced efficiency of the columns, difficulty in reproducing preparations and higher silanophilic activity over the time. For application of the material as a sorbent in solid-phase extraction, the prepared cartridges were evaluated for extraction of pesticides from a sample of wine. It can be conclude that a sorbent based on polybutadiene is a promising material, and is comparable to a commercially available C18 cartridge showing good efficiencies of extraction (95 - 119 %).
Arquivo (Texto Completo): vtls000443578.pdf (tamanho: 804 KB)

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ