Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
TESE DE DOUTORADO
 
Autora: Michelazzo, Paula Albernaz Machado
Título: Emissões de Mercúrio Originárias das Queimadas da Floresta Amazônica e de Canaviais
Ano: 2007
Orientadora: Profa. Dra. Anne Hélène Fostier
Departamento: Química Analítica
Palavras-chave: Mercúrio, Biomassa, Floresta Amazônica, Cana-de-açúcar
Resumo: A influência das queimadas de biomassa sobre as concentrações do mercúrio na atmosfera foi avaliada nas regiões de Piracicaba (SP) (cana-deaçúcar) e Alta Floresta (MT) (floresta amazônica). Os resultados obtidos em Piracicaba para mercúrio gasoso (8,6 ± 4,0 ng m – jun/04; 10,9 ± 5,5 ng m – ago/04 e 8,3 ± 7,6 ng m – fev/05) e particulado (120 ± 53 ng m-3 – jun/04; 435 ± 566 ng m – ago/04 e 143 ± 99 ng m – fev/05) indicam a influência de fontes de emissão de Hg na concentração deste elemento na atmosfera da região. Em Alta Floresta os valores médios de Hg atmosférico para as duas áreas estudadas (4,3 ± 3,5 ng m antes e 40 ± 33 ng m depois da queimada (2004) e 2,1 ± 2,3 ng m antes e 15,0 ± 11,9 ng m depois da queimada (2005)) mostram a influência das queimadas na emissão de Hg na região. A determinação das concentrações de Hg no solo antes e depois da queimada permitiu demonstrar que somente o Hg presente na camada superficial do solo (0-2 cm) pode ser emitido durante as queimadas. A partir das concentrações de Hg no solo e na vegetação foi possível calcular o estoque de Hg na vegetação e no solo (0-1 cm) (4,5 e 9,5 g ha, respectivamente) e os fatores de emissão de Hg para as áreas de 2004 (2,3 g ha) e 2005 (2,4 g ha).
Abstract: The influence of biomass burning on the atmospheric mercury concentration was investigated in the region of Piracicaba (SP) (sugar cane) and in the region of Alta Floresta (MT) (Amazon forest). The results obtained for gaseous mercury concentration in Piracicaba (8.6 ± 4.0 ng m-3 – jun/04; 10.9 ± 5.5 ng m – ago/04 and 8.3 ± 7.6 ng m – feb/05) and particulate mercury concentration 120 ± 53 ng m – jun/04; 435 ± 566 ng m – ago/04 e 143 ± 99 ng m – feb/05) indicate the influence of emission sources in the concentration of mercury in the atmosphere of the region. In Alta Floresta the average values of atmospheric Hg for the two studied areas (4.3 ± 3.5 ng m before and 40 ± 33 ng m after forest fire (2004) and 2.1 ± 2.3 ng m before and 15.0 ± 11.9 ng m after fire (2005)) show the influence of forest fires in the emission of Hg in the region. The determination of Hg concentrations in soils before and after fire allowed demonstrating that only the Hg present in the superficial layer of soil (0-2 cm) is emitted during the forest fires. The Hg burden calculated in soil (0-1 cm) and vegetation was 4.5 and 9.5 g ha, respectively and the Hg emission factors for the study areas of 2004 and 2005 was 2.5 g ha and 2.6 g ha, respectively.
Arquivo (Texto Completo): 000427549.pdf (tamanho: 0,98 MB)

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ