Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autor: Franchi, Silmar José Spinardi
Título: A Contextualização do Ensino de Química por Meio de Crônicas
Ano: 2009
Orientador: Prof. Dr. Pedro Faria dos Santos Filho
Departamento: Química Inorgânica
Palavras-chave: Crônicas, Química - Ensino, Material contextualizado, Cotidiano
Resumo: De acordo com alguns especialistas, o Ensino de Química deve estar centrado no conhecimento químico e no contexto social. Na busca por alternativas para um ensino de química contextualizado, propusemos que o uso de crônicas poderia se constituir em uma boa alternativa por proporcionar uma melhor interação entre o aluno e o conhecimento químico. Ela se constituiria em uma ferramenta a mais a ser utilizada pelo professor, em conjunto com sua atividade e seu planejamento. Neste trabalho, desenvolvemos um conjunto de quinze crônicas, das quais “De Olho na Natureza e nas Interações Intermoleculares”, “Namorados no Ponto... de Ebulição” e “Lá na Pescaria...” foram aplicadas e avaliadas junto a alunos do Ensino Médio de uma escola da rede pública, localizada em Campinas, São Paulo. Fizemos a avaliação das crônicas por meio de um questionário, no qual buscamos perceber a opinião dos alunos sobre as mesmas, bem como se existiam dificuldades para a sua interpretação e entendimento. Buscamos, ainda, avaliá-las quanto à linguagem, conteúdo, diálogos, associação com o cotidiano e alcance junto à comunidade. Os resultados obtidos na aplicação dessas crônicas foram muito positivos, com a grande maioria dos alunos afirmando que as crônicas prendem a atenção e facilitam o aprendizado. Todos afirmaram que as situações do cotidiano, descritas nas mesmas, facilitaram o entendimento do conteúdo químico, assim como a maioria dos alunos conversaria sobre os conteúdos de cada crônica com seus pais e amigos. Grande parte dos alunos consultados afirmou que preferiria ler a crônica antes de aprender o conteúdo químico nela contido, ou preferiria lê-la durante a aula do professor. A linguagem, os diálogos e a forma como os conteúdos são apresentados em cada crônica também são ressaltados pelos alunos como pontos positivos no estudo e utilização das crônicas no Ensino Médio. A análise indica, também, que a utilização de crônicas contempla alguns dos objetivos dos Parâmetros Curriculares Nacionais, uma vez que os alunos declararam que se sentiriam à vontade para conversar sobre o conteúdo químico fora do ambiente escolar, além de se predisporem a reproduzir alguns dos experimentos descritos em algumas das crônicas. Dada à surpresa diante da novidade, além da boa receptividade manifestada pelos alunos consultados, concluímos que a redação de materiais alternativos, como as crônicas descritas neste trabalho, deva ser continuada e estimulada.
Abstract: In accordance with some specialists, chemistry teaching must be centered in the chemical knowledge and the social context. In the search for alternatives to a contextualized chemistry teaching, we considered that the use of chronicles could consist in a good alternative to provide a better interaction between the student and the chemical knowledge. It would consist in an additional tool to be used by the teacher. In this work, we developed a set of fifteen chronicles, of which “De Olho na Natureza e nas Interações Intermoleculares”, “Namorados no Ponto… de Ebulição” and “Lá na Pescaria…” have been applied and evaluated among the students of a public school in Campinas, São Paulo. We made the evaluation of the chronicles by means of a questionnaire, in which we search the student’s opinions, as well as the difficulties for its interpretation and understanding. We search, still, to evaluate the language, contents, dialogues, association with daily life and the community interactions. The results obtained in the application of these chronicles had been very positive, with the great majority of the students declaring that the chronicles arrest the attention and facilitate the learning. They affirmed that the daily life situations described facilitated the understanding of the chemical contents, as well as the majority of the students would like to talk about the contents of each chronicle with their parents and friends. The majority of the students also affirmed that would prefer to read the chronicles before learning the chemical content, or would prefer to read it during the teacher´s lessons. The language, the dialogues and the way as the contents are presented in each chronicle also are mentioned by the students as positive points in the study and use of the chronicles in high school. The analysis also indicates that the use of chronicles contemplates some of the goals of the Parâmetros Curriculares Nacionais, once the students had declared that they would feel themselves very well talking about the contents outside the school, besides to reproduce some of the experiments described in some chronicles. In view of the surprise evocated by the newness, besides the good receptivity revealed by the students, we concluded that the writing of alternative materials, as those chronicles described in this work, must be stimulated and continued.
Arquivo (Texto Completo): 000446169.pdf ( tamanho: 4,01MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ