Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autor: Angolini, Célio Fernando Figueiredo
Título: Estudo da Microbiota e da Biodegradação de Petróleo de Bacias Brasileiras, e sua Implicação nos Parâmetros de Biodegradação
Ano: 2009
Orientadora: Profa. Dra. Anita Jocelyne Marsaioli
Departamento: Química Orgânica
Palavras-chave: Petróleo, Biodegradação, Atividade enzimática
Resumo: O principal objetivo desse trabalho foi avaliar a biodegradação de petróleo e suas implicações nos parâmetros de correlação do óleo realizada por microrganismos isolados da Bacia de Campos (RJ) e de consórcios microbianos da Bacia Potiguar (RN). Os experimentos de biodegradação foram adaptados à escala laboratorial, a fim de mimetizar um reservatório de petróleo. O estudo das atividades enzimáticas com moléculas representantes de algumas classes de biomarcadores de petróleo revelou a existência de enzimas capazes de realizar algumas reações como as de: lipase, esterase, epóxido-hidrolase, mono e dioxidases, redutases e liases (reações de formação e/ou rompimento de ligações carbono-carbono). Atividades essas importantes na degradação do petróleo e de outras fontes de carbono. Nos experimentos com biodegradação de petróleo pôde-se perceber que os microrganismos isolados atuaram de forma diferente entre si sobre as diferentes classes de biomarcadores. De maneira geral a biodegradação dos microrganismos isolados com o óleo P1 apresentou uma preferência na seguinte ordem: hidrocarbonetos saturados > aromáticos leves > bicíclicos > terpanos tricíclicos e hopanos. Já para o consorcio avaliado, recuperado do óleo da bacia Potiguar, frente ao óleo PS1 observou-se a seguinte seqüência de biodegradação: hidrocarbonetos leves> aromáticos leves> terpanos tricíclicos. Sendo que os hidrocarbonetos mais pesados e hopanos não apresentaram uma biodegradação tão significativa. Os resultados obtidos foram importantes para concluir que alguns dos parâmetros de biodegradação utilizados em geoquímica orgânica variam muito em função do tipo de atuação da microbiota específica presente no reservatório.
Abstract: The main objective of this study was to evaluate the oil biodegradation of the Pampo Sul oil field (Campos Basin , RJ) isolated microorganisms and the Potiguar Basin (RN) microbial consortia and how they affected the geochemical parameters. The biodegradation experiments of selected molecules, chosen to represent some petroleum biomarker classes, were adapted to the laboratory scale trying to mimic an oil reservoir, revealed the presence of lipases, esterases, epoxide hydrolases, mono and dioxygenases, reductases and some C-C bond cleaving and bond making (liases) enzymes. These activities are important for oil degradation and of other carbon sources. In experiments of oil biodegradation these microorganisms had a different beaviour upon each biomarker class. In general the biodegradation of microorganisms with the oil P1 showed a preference for: hydrocarbons > light aromatic > bicyclic terpanes > tricyclic terpanes and hopanes. Microorganims from Potiguar Basin oil had a different preference in biodegradation: light hydrocarbons> light aromatic > tricyclic terpanea, and the heavier hydrocarbons and hopanes showed no significant biodegradation. In conclusion, these results reveal that the geochemical parameters that are proxies of biodegradation depend on the specific microbiota in the reservoir.
Arquivo (Texto Completo): 000477293.pdf ( tamanho: 1,72MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ