Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
 
Autor: Dorigatti, Abigail
Título: Aplicação de Cromatografia Gasosa em Estudos de Dissipação de Herbicida em Solos Brasileiros
Ano: 1987
Orientadora: Profa. Dra. Carol Hollingworth Collins
Departamento: Química Analítica
Palavras-chave: -
Resumo: Um estudo de dissipação do herbicida Acetochlor (N-(2-etil-6-metilfenil)-N-etoximetil-2-cloroacetamida) foi executado em dois tipos de solos brasileiros, argiloso e arenoso. O experimento foi montado em condições reais do campo, sujeito a condições climáticas, de acordo com as normas da Agência de Proteção do Meio Ambiente (EPA) dos Estados Unidos. Foram coletadas amostras antes da aplicação do herbicida e 1, 30, 60, 90, 180 e 360 dias após a aplicação. As amostras foram coletadas em duas profundidades: de 0 a 15 cm e de 15 a 30 cm, para avaliação de uma possível lixiviação do herbicida. A metodologia analítica foi desenvolvida usando um padrão radiomarcado com carbono-14 do princípio ativo (p.a.) do herbicida. O p.a. e seus metabólitos e produtos de degradação foram extraídos com solvente e transformados no metabólico mais simples, metiletilanilina(MEA), através de reações no laboratório. A técnica de Cromatografia Gasosa, usando coluna recheada e detector termiônico específico, por ser muito sensível, possibilitou a análise e o acompanhamento da dissipação até um baixo nível de resíduo do herbicida no solo. Os resultados obtidos, as concentrações totais do p.a. do herbicida e seus metabólitos versus tempo, foram analisadas graficamente e também por várias funções matemáticas para se determinar a melhor equação que descreve os resultados e, para obter a meia-vida do herbicida e seus metabólitos no solo. A função logarítimica foi a que melhor representou os dados, porém considerações físico-químicas sugerem a representação pela equação da cinética de primeira ordem. Verificou-se a necessidade de ter sido coletadas um maior número de amostras no período de 1 a 30 dias após aplicação, se localizou a meia-vida do herbicida. Constatou-se a importância da homogeneização apropriada do solo (através de moinho de martelo para solo), para se ter melhor repetibilidade nos resultados na análise de resíduo. Conclui-se que não houve lixiviação do herbicida, pois as curvas de concentração versus tempo para as profundidades de 0 a 15 cm e de 15 a 30 cm, foram aproximadamente paralelas. Em termos de meia vida, observou-se que o comportamento do herbicida Acetochlor é influenciado pelo tipo de solo e condições climáticas. Portanto, não se pode adotar estudos feitos em solos estrangeiros para serem aplicados no Brasil.
Abstract: A study of the dissipation of the herbicide, Acetochlor (N-(2-ethyl-6-methylphenyl)-N-etoxymethyl-2-Chloroacetamide), was carried out on two different Brazilian soils, a clay and a sandy soil. The experiment was perfomed in the field, under real climatic conditions, following the regulations of the Environmental Protection Agency (EPA) of the United States. The soils were sampled before and after the 1st, 30th, 60th, 90th, 180th and 360th days after herbicide applications at two depths (0 to 15 cm and 15 to 30 cm) to evaluate the lixiviation of the herbicide. The analytical methodology was developed using a radio- labelled sampIe of the herbicide. The active principIe, its metabolites and degradations products were extracted using a solvent and chemically transformed to Methylethylaniline (MEA) , the most simple metabolite. Gas Chromatography, with a thermionic specific detector, due to its hight sensibility, was used to analyse herbicide dissipation and its residue in the soil. The total concentrations of the active principIe and its metabolites were plotted against time and mathematically anaIysed using differents functions to determine the best one to describe the results and to determine the decay constant of the herbicide and its metabolites in the soil. A logarithimic function provided the best fit of the results. However, physical-chemical considerations suggest first order kinetics. The need to collect a larger number of samples of the soils between 1 and 30 days after herbicide application was verified, since the decay constant falls within this period. Also, the need for good homogenization, using a hammer mill, was demonstrated, in order to get better repeatibility of the results in the analysis of the herbicide residue. There was no herbicide lixiviation because the curves for concentrations against time are approximately parallel for samples collected from 0 to 15 cm and from 15 to 30 cm depth inervals. The behavior of the herbicide Acetochlor, depends on the type of soil and the climatic conditions. Therefore, it ia not possible adopt results obtained in foreign soils for use in Brazil.
Arquivo (Texto Completo): vtls000047327.pdf ( tamanho: 4,30MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ