Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
TESE DE DOUTORADO
 
Autora: Simões, Maíra Martins de Souza Godoy
Título: Filmes Sólidos de PVA Eluidores de GSNO para Aplicações Tópicas e para o Revestimento de Stents
Ano: 2011
Orientador: Prof. Dr. Marcelo Ganzarolli de Oliveira
Departamento: Físico-Química
Palavras-chave: Poli (álcool vinílico), S-nitrosoglutationa, Reticulação física, Ciclos de congelamento/descongelamento
Resumo: O Poli(álcool vinílico) (PVA) é polímero biocompatível que pode ser usado como matriz para a incorporação de S-nitrosoglutationa (GSNO), que é uma molécula endógena que exerce todas as funções bioquímicas do óxido nítrico (NO). Os principais objetivos deste trabalho foram a obtenção de filmes sólidos de PVA capazes de eluir GSNO localmente, que pudessem ser utilizados para aplicações tópicas e para o recobrimento de stents. Os filmes de PVA foram reticulados fisicamente através de ciclos de congelamento/descongelamento (C/D). Verificou-se que a aplicação de 1 a 5 ciclos C/D leva a um aumento da cristalinidade dos filmes comparada aos filmes não submetidos a C/D. Este efeito está associado ao aumento do raio de giro de estruturas espalhadoras de raios X e com a redução do coeficiente de difusão da GSNO. A liberação tópica de GSNO a partir de filmes de PVA na pele de voluntários levou a um aumento significativo do fluxo sanguíneo dérmico, medido por fluxometria com laser Doppler. Demonstrou-se que a aplicação de ciclos C/D pode ser usada para controlar a velocidade e a intensidade de aumento de fluxo sanguíneo. Filmes de PVA/GSNO aplicados como revestimentos de poços de placas de cultura de células mostraram atividade bactericida dose e tempo-dependentes contra cepas de S. aureus e P. aeruginosa, sendo capazes de esterilizar completamente estas duas bactérias multi-resistentes após 6 h de incubação. Filmes de PVA/GSNO permitiram a obtenção de revestimentos aderentes sobre a superfície de stents intracoronários de aço inox levando a uma redução significativa da adesão plaquetária após incubação com sangue total. Estes resultados permitem propor o uso de filmes de PVA/GSNO fisicamente reticulados para aplicações tópicas no tratamento de lesões infectadas, para promover a vasodilatação de tecidos isquêmicos e para a melhoria das propriedades hemocompatíveis de dispositivos de contato sanguíneo.
Abstract: Poly(vinyl alcohol) (PVA) is a biocompatible polymer that can be used as a matrix for incorporation of S-nitrosoglutathione (GSNO), an endogenous molecule that exerts all the biochemical functions of nitric oxide (NO). The main objectives of this work were to obtain solid PVA films capable of releasing GSNO locally, which could be used in topical applications and for the coating for stents. PVA films were physically crosslinked through freezing-thawing cycles (F/T).It was observed that films subjected to 1 to 5 cycles shows higher crystallinity than films not subjected to F/T. This effect is associated with an increase in the gyration radius of the X-ray scattering structures an with a decrease in the GSNO diffusion coefficient. Topical GSNO release from PVA films on the skin of volunteers led to a significant increase of dermal blood flow, measured by laser Doppler flowmetry. It was shown that F/T cycles can be used to control the rate and intensity of blood flow increase. PVA/GSNO films applied as coatings of cell-culture plate wells showed dose and time-dependent bactericidal activities against S. aureus and P. aeruginosa, being able of completely sterilizing these mult-resistant bacteria after 6 h of incubation. PVA/GSNO films allowed the formation of adherent coatings on the surface of intracoronary stainless steel stents, and lead to a significant reduction of platelet adhesion after incubation with whole blood. These results allow suggesting the use of physically crosslinked PVA/GSNO films in topical applications for the treatment of infected lesions, for promoting the vasodilation of ischemic tissues and for improving the hemocompatible properties of blood contact devices.
Arquivo (Texto Completo): 000845179.pdf ( tamanho: 6,06MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
2012-2014 BIQ