Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
TESE DE DOUTORADO
 
Autora: Oliveira, Renata Cabrera de
Título: Avaliação do potencial do pólen apícola como bioindicador de contaminação ambiental por agrotóxicos
Ano: 2014
Orientadora: Profa. Dra. Susanne Rath
Co-Orientadora: Dra. Sônia Cláudia do Nascimento de Queiroz
Departamento: Química Analítica
Palavras-chave: Bioindicador, Agrotóxicos, Pólen apícola, GC-MS/MS
Resumo: O uso frequente e indiscriminado de produtos químicos na agricultura tem acarretado a presença de resíduos tóxicos nos alimentos e contaminação ambiental, principalmente em países com grande produção agrícola, como o Brasil. As abelhas e os produtos apícolas têm sido apontados como potenciais bioindicadores da presença de contaminantes no ambiente, monitorando grandes áreas devido às longas distâncias percorridas. Assim sendo, o potencial do uso do pólen apícola como bioindicador da contaminação ambiental por agrotóxicos foi avaliado neste trabalho. Para isso, dois métodos analíticos para determinação de multirresíduos de agrotóxicos em pólen apícola, utilizando cromatografia a gás acoplada a espectrometria de massas sequencial (GC-MS/MS) foram desenvolvidos e validados de acordo com as recomendações do Guia SANCO da União Européia. O preparo de amostras por QuEChERS garantiu seletividade adequada ao método analítico, que foi validado para a determinação de 26 agrotóxicos de diferentes classes. Um segundo método empregando partição com acetonitrila e determinação por GC-MS/MS foi validado para a determinação de 19 agrotóxicos. Os agrotóxicos avaliados apresentaram forte sorção no pólen apícola. Foram realizados estudos de sorção para o aldrin e malation no pólen apícola e os coeficientes de sorção de Freundlich foram de 2,946 e 0,934 , respectivamente. Nas amostras provenientes do apiário experimental na Embrapa em Jaguariúna/SP (10 colmeias, 145 amostras coletadas no periodo de maio de 2012 a maio de 2013) nao foram encontrados níveis quantificáveis dos agrotóxicos pesquisados. No entanto, foi identificada a presença de bioletrina em 4 amostras e pendimetalina em 18 amostras, todos abaixo do limite de quantificação do método analitico (0,025 mg g). A presença dos agrotóxicos alacloro, aldrin, bioaletrina, endossulfan alfa, fempropatrim, permetrina e trifluralina em 7 das 21 amostras fornecidas por apicultores de Ribeirão Preto confirmou a eficiência do método analítico e a necessidade do monitoramento ambiental quanto a presença de resíduos de agrotóxicos. Os resultados demonstraram potencial do pólen apícola como bioindicador de contaminação ambiental por agrotóxicos.
Abstract: The extensive use of pesticides in agricultural crop has led to the presence of toxic residues in food and environmental contamination, especially in countries with great agricultural potential, such as Brazil. Honeybees and bee products have been mentioned as potential biomarkers for the presence of contaminants in the environment, monitoring large areas due to long distances travelled. Therefore, the potential use of bee pollen as a bioindicator of environmental contamination by pesticides has been evaluated in this work. Thus, two analytical methods for the multiresidue determination of pesticides in pollen, by gas chromatography coupled to tandem mass spectrometry (GC-MS/MS) were developed and validated in accordance with the recommendations of SANCO Guide of the Europen Union. The sample preparation by QuEChERS ensured adequate selectivity to the analytical method, which was validated for the determination of 26 pesticides. A second method using partition with acetonitrile and GC-MS/MS quantitation was validated for the determination of 19 pesticides. The evaluated pesticides showed strong affinity to the bee pollen. Sorption studies were carried out with aldrin and malathion and Freundlich sorption coefficients of 2.946 and 0.934 were obtained, respectively. No quantifiable levels of pesticides were found in the 145 samples collected from the experimental apiary in Embrapa, Jaguariuna/SP (10 beehives). Nonetheless, bioallethrin and pendimethalin were identified (bellow the LOQ of the method, 0.025 mg g) in 4 and 18 samples, respectively. The presence of pesticides residues in 7 samples (33%) provided by apiaries from Ribeirão Preto/SP confirmed the efficiency of the analytical method and the need for environmental monitoring for the presence of pesticide residues. The results demonstrated the potential of bee pollen as a bioindicator of environmental contamination by pesticides.
Arquivo (Texto Completo): 000937754.pdf ( tamanho: 4,30MB )

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
2012-2014 BIQ