Comissão
Estatuto
Histórico
Localização
Contato
BIQ
BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE QUÍMICA
UNICAMP

 
TESE DE DOUTORADO
 
Autora: Passari, Livia Maria Zambrozi Garcia
Título: Estudos quimiométricos dos efeitos do solvente e da sazonalidade nos metabólitos secundários da Mikania laevigata
Ano: 2014
Orientador: Prof. Dr. Roy Edward Bruns
Co-orientadora: Profa. Dra. Ieda Spacino Scarmínio
Departamento: Química Analítica
Palavras-chave: Quimiometria, Planejamento experimental de misturas, Mikania laevigata, Otimização da extração
Resumo: Neste trabalho foi estudada a planta Mikania laevigata Sch. Bip, uma vez que é utilizada na medicina alternativa para fazer xaropes e chás devido as suas propriedades terapêuticas. Foram avaliados os efeitos sazonais e da composição do solvente extrator, bem como as suas interações na qualidade e no rendimento dos extratos brutos e das frações neutras, orgânicas, básicas, polares e fibras. O modelo estatístico de mistura do tipo Centróide-Simplex com quatro componentes, etanol, acetona, clorofórmio e diclorometano, foi empregado para a extração dos metabólitos secundários e os resultados indicaram que os efeitos sazonais são evidentes para o rendimento dos extratos brutos e todas as frações. Por outro lado, os efeitos dos solventes são importantes e significativos para o extrato bruto e frações, exceto a fração polar. Métodos estatísticos multivariados e univariados foram empregados aos dados gravimétricos e aqueles obtidos por cromatografia líquida de alta eficiência com detecção por arranjo de diodos (CLAE-DAD) e cromatografia líquida de ultra-eficiência acoplada à espectrometria de massas com ionização por electrospray (CLUE-IES-EM). As análises das frações orgânicas permitiram estudar as quantidades relativas da cumarina, a principal substância química de ação farmacológica encontrada na Mikania, e também dos ácidos melilótico e o-cumárico, sendo este último o precursor biossintético da cumarina. A existência e medição das abundâncias relativas do ácido melilótico na planta Mikania laevigata não foi relatada anteriormente. As concentrações dos ácidos melilótico e o-cumárico foram altamente correlacionadas durante todo o ano. As maiores concentrações da cumarina foi obtida no verão, enquanto que para os ácidos o-cumárico e melilótico a maior abundância foi na primavera. O efeito do solvente também se mostrou significativo. No verão, etanol extraiu a maior quantidade de cumarina na planta. As maiores quantidades dos ácidos o-cumárico e melilótico foram extraídas por misturas contendo os solventes etanol e acetona em suas composições nas estações primavera e inverno.
Abstract: In this work the secondary metabolites of the Mikania laevigata Sch. Bip plant have been studied since they are used in alternative medicine for making syrups and teas with reputed therapeutic advantages. We have evaluated seasonal and solvent composition effects as well as their interactions for crude extract and organic, neutral, basic, polar and fiber fraction yields. The Simplex-Centroid mixture design for the ethanol, dichloromethane, chloroform and acetone solvents has been applied to the extraction of the secondary metabolites, and the results indicate that significant seasonal effects exist for the crude extract and all the fraction yields. On the other hand, the solvent effects are seen to be significant for the crude extract and all the fractions except the polar one. Both univariate and multivariate statistical methods were applied to the gravimetric data and those obtained by RP-HPLC-DAD and both positive and negative modes of UPLC-MS analyses. Analyses the organic fraction of the M. laevigata plant allowed determining the relative quantities of coumarin, the principal active pharmacological substance in Mikania, o-coumaric acid, the coumarin biosynthesis precursor, and melilotic acid for each solvent composition of samples harvested in the four different seasons. The existence and measurement of the relative abundances of melilotic acid in Mikania laevigata have not been reported previously. o-coumaric and melilotic acids concentrations were strongly correlated during the year. Highest coumarin concentrations were encountered in the summer whereas its o-coumaric acid precursor as well as melilotic acid were most abundant in the spring. Also the solvent effects are seen to be significant. In summer, ethanol extracted the highest amount of coumarin from the plant. Highest amounts of o-coumaric and melilotic acids were extracted by mixtures containing both ethanol and acetone in the winter and spring.
Arquivo (Texto Completo): 000952256.pdf (tamanho: 2,19 MB)

Instituto de Química / Caixa Postal n° 6154
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
13083 - 970, Campinas, SP, Brasil
e-mail: biq@iqm.unicamp.br
© 2012-2014 BIQ